ALFREDO RISK

A Cohab de Ribeirão Pre­to quer vender 451 terrenos e arrecadar R$ 25,8 milhões com a negociação e reduzir suas dívidas. O edital com as áreas que estão a venda foi divulgado no Diário Oficial do Município (DOM) desta quarta-feira, 2 de janeiro. Lo­calizadas nas cidades de Iga­rapava, Paranapuã, Viradou­ro, Nova Aliança e Urânia, os terrenos estão divididos em seis grupos e tem um total de cento e trinta e nove mil me­tros quadrados. Para partici­par o interessado deve enviar sua proposta até o dia 2 de fevereiro pelo site www.ribei­raopreto.sp.gov.br/cohab

A Cohab também está comercializando 45 imóveis retomados de mutuários inadimplentes. As unidades habitacionais e lotes urba­nizados estão localizados em Ribeirão Preto e outros onze municípios. São 26 imóveis em Ribeirão Preto e os demais divididos entre os municípios de Araraquara, Bálsamo, Bebedouro, Fran­ca, Itápolis, Mococa, Monte Alto, Santa Cruz das Pal­meiras, Santa Fé do Sul, Ta­batinga e Viradouro. Desde janeiro de 2017 até dezem­bro deste ano a empresa ha­bitacional já colocou a venda 189 imóveis retomados.

Os requisitos mínimos para aquisição são: possuir renda familiar compatível com o financiamento; não ser proprietário, nem promi­tente comprador ou usufru­tuário de imóvel residencial no município de localização da unidade objeto da aqui­sição e não possuir registro ativo no CADMUT (Cadas­tro Nacional de Mutuários). Caso possua registro ativo, a venda será permitida desde que se comprove o desliga­mento da unidade habitacio­nal do CADMUT.

Também é necessário comprovar residência ou vínculo trabalhista no mu­nicípio de localização do imóvel a ser adquirido; não possuir restrição cadastral para aquisição financiada e realizar o pagamento da en­trada em única parcela, na data agendada pela Cohab -RP. Não será aceito o FGTS para pagamento de entrada. Os interessados deverão preencher o “Formulário Proposta para Aquisição de Imóveis”, disponível no site www.ribeiraopreto.sp.gov. br/cohab no link Imóveis à Venda”, até às 23h59 do dia 10 de janeiro de 2019, ou pessoalmente, na sede social da COHAB-RP, loca­lizada na avenida Treze de Maio, nº 157, em dias úteis, no horário das 9h às 16h, até a mesma data.

Empresa tem dívida milionária com banco

Atualmente a Cohab deve para Caixa Econômi­ca Federal de R$ 238,5 milhões, valor que deverá ser pago até 2035. O débito é antigo, remonta a década de oitenta e é resultado de contratos de financiamentos cujos pagamentos só terminarão em dezembro de 2026. Como não tem recursos próprios para efetuar o pagamento, as parcelas es­tão sendo quitadas com parte do FPM – Fundo de Participação dos Municípios -, graças a um acordo firmado em 2008 com a credora pela administra­ção do ex-prefeito Welson Gasparini. Até julho já havia sido retido pela Caixa Econômica Federal R$ 76.927.000,00 milhões dos recursos do FPM que a Prefeitura de Ribeirão Preto teria direito.

Ribeirão Preto é dona de 51% da Cohab e os 49% restantes pertencem a 21 municípios da região e a 20 pessoas físicas. O que segundo especialistas obrigaria os outros proprietários da Companhia a ajudarem no pagamento da dívida. Um projeto de lei do Executivo aprovado este ano pela Câmara Municipal de Ribe irão Preto permitirá que a Cohab de volva parte destes recursos para a Prefeitura. Para isso, a Companhia repassará ao município 13 terr enos, avaliados em R$ 53 milhões. Terrenos estes que segundo a Cohab, de verão ser usados para a construção de moradias atra vés do Programa Minha Casa Minha Vida.

Comentários