Foto: José Bazzo/Agência Botafogo

Sem marcar gols, o Botafogo venceu o São Bento com o placar de 2 a 0 na noite desta segunda-feira (3), em partida disputada no estádio Santa Cruz. Isso mesmo, o Tricolor venceu sem precisar marcar, já que os dois gols da partida foram contra, marcados por Gabriel e Bruno Leonardo, do São Bento.

Com o resultado, o Pantera foi a 10 pontos e deu um passo importante rumo a permanência na primeira divisão do futebol paulista. O Tricolor é o 3º colocado do Grupo A, cinco pontos atrás da Inter de Limeira.

Matematicamente o Botafogo ainda tem chances, mas a classificação para a próxima fase depende de duas derrotas da Inter e duas vitórias do Botafogo. O próximo compromisso é na quinta-feira (6), às 20h, diante do Novorizontino, no estádio Jorge Ismael de Biasi.

Contando com a sorte – que não foi tão presente na vida do Botafogo nos últimos anos – o Tricolor conseguiu vencer, praticamente se livrar da briga contra o descenso, empurrar o São Bento mais para baixo e, tudo isso, sem precisar marcar gols. A infelicidade dos visitantes foi a felicidade do botafoguense, que deve ver seu clube permanecer na primeira divisão.

O Jogo

A primeira etapa foi muito truncada, característica de um duelo com grande carga emocional envolvida, afinal, ambos os times ainda brigam pela permanência na elite do futebol paulista.

O Botafogo assustou primeiro, aos 8 minutos. Victor Bolt achou bom lançamento para Neto Pessôa, que invadiu a área, mas errou o drible que tentou no goleiro e perdeu ângulo. Na sequência da jogada, o camisa nove do Pantera tentou achar Richard na área, mas errou o passe.

Com criatividade faltando para as duas equipes, os lances de perigo ficaram bastante escassos. Jogando em casa, o Botafogo até ensaiou uma pressão, mas o São Bento, bem postado atrás, conseguiu se proteger bem das investidas tricolores.

O Botafogo só voltou a levar perigo aos 37 minutos e para abrir o placar. Emerson achou Renatinho pelo lado direito, que dominou e cruzou na área. Gabriel tentou cortar e mandou a bola contra o próprio gol, colocando o Pantera a frente do placar.

Vencendo, o Pantera foi para cima e chegou a marcar o segundo aos 46 minutos, com Neto Pessôa. Entretanto, o árbitro viu falta de Emerson em Gabriel na origem da jogada e o gol botafoguense foi anulado pelo VAR.

Na volta do intervalo, sem ter outra alternativa, o São Bento foi para cima do Botafogo e quase empatou aos 12 minutos. Ruan foi para cima da marcação, trouxe para o pé direito e soltou o pé. Bem postado, Igor Bohn fez excelente defesa.

Quando o São Bento tentava encurralar o Botafogo, mais uma vez um golpe duro foi dado no time de Marcelo Cordeiro. Aos 16 minutos, o zagueiro Bruno Leonardo recuou para Luiz Daniel, que, de forma bizarra, furou e deixou a bola entrar no gol, ampliando o marcador para o Tricolor.

Na sequência, aos 19 minutos, Richard fez o terceiro, mas novamente a arbitragem viu falta e anulou mais um gol botafoguense no Santão.

Na frente do placar e mais confortável na partida, o Botafogo até teve chances para ampliar, mas não forçou mais. O São Bento, entregue, tentou ir para cima, mas não teve força para descontar. O resultado deixou o Pantera tranquilo no campeonato e o São Bento com grandes chances de queda.