Foto: Rafael Alves/Comercial FC

O Comercial perdeu mais uma na Série A3. O Leão do Norte foi derrotado pelo Capivariano com o placar de 2 a 1, em partida realizada na noite desta sexta-feira (7), válida pela 8ª rodada da competição. O duelo foi realizado no estádio Benitão, em Rio Claro. Rafael Tanque fez para o Bafo e Neto Costa, duas vezes, para os mandantes.

Com o resultado, o Comercial ficou com nove pontos e caiu para a 11ª colocação. O próximo confronto é na segunda-feira (10), às 15h, diante do Desportivo Brasil.

O jogo

A primeira etapa do confronto foi bastante movimentada, digna de uma sexta-feira dez da noite. Jogando fora de casa, o Comercial se posicionou de forma mais estratégica, buscando os contra-ataques. O Capivariano, por sua vez, tentou impor seu ritmo, mas esbarrou na boa defesa do Leão.

O Capivariano assustou primeiro, aos 13 minutos. Após confusão na entrada da área, a bola sobrou para Emanuel, livre, de frente para Max Muralha, bater mal e perder uma grande oportunidade.

O Comercial respondeu abrindo o placar. Aos 18 minutos, Guilherme Pitbull cruzou na área, Rafael Tanque dominou, girou em cima da marcação como um exímio pivô e bateu de perna esquerda, no ângulo, sem chances para o goleiro.

O jogo seguiu movimentado, mas sem grandes chances de gol para ambos os lados. Neste momento da partida, os erros de passe em excesso tomaram conta do confronto.

O Comercial voltou a assustar aos 37 minutos. Felipinho dominou pelo lado direito e viu a ultrapassagem de Luã Niger e acertou belo passe para o companheiro, que chegou chutando e a bola explodiu no travessão.

Na volta do intervalo, Régis Angeli fez duas alterações no Leão do Norte. Gilvan e Cortez saíram e deram vaga para Danillo e Guatapará. Aos seis minutos, Angeli precisou fazer outra alteração. Guilherme Pitbull sentiu uma lesão e Derick entrou no jogo.

Os minutos iniciais da segunda etapa foram bastante truncando. Modificado, o Comercial recuou e o Capivariano foi para cima. O time mandante foi recompensado pela pressão e chegou ao empate aos 20 minutos.

Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Neto Costa, que mandou de voleio e acertou o gol, sem chances para Max Muralha.

Quatro minutos depois, Max Muralha deixou o braço no jogador do Capivariano, o juiz entendeu a ação como faltosa e marcou pênalti. Neto Costa bateu e colocou o Capivariano a frente do placar.

O Leão do Norte levou perigo aos 33 minutos. Felipinho fez boa jogada pelo lado direito, cortou para o meio e bateu firme. Moisés fez boa defesa.

No lance derradeiro do jogo, aos 50 minutos, Otávio recebeu na pequena área e soltou uma bomba. De forma incrível, Moisés deu uma linda ponte e defendeu, evitando o gol do Comercial e garantindo o triunfo do Capivariano.