Comerciante é acusada de agredir fiscal da prefeitura no Centro de Ribeirão Preto

0
201
Foto: Divulgação

A proprietária de uma loja de roupas, localizada na Rua Florêncio de Abreu, no Centro de Ribeirão Preto, foi acusada de agredir um fiscal da Prefeitura Municipal na tarde dessa segunda-feira (6).

Segundo informações do boletim de ocorrência, equipes da Fiscalização Geral da Prefeitura, da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Saúde estiveram presentes no estabelecimento da acusada em operação para atendimento ao Decreto Municipal 146/202, que previne o contágio da Covid-19.

Na ocasião, a loja de roupas estava aberta e mantendo o funcionamento normalmente, indo na contramão do decreto vigente.

A ocorrência informa que as equipes foram recepcionadas pela mulher que, ao ser questionada sobre o alvará de funcionamento, ligou para seu marido. Após alguns minutos, este chegou ao estabelecimento e, junto de sua mulher, começou a xingar os fiscais de “lixos” e “vagabundos”.

Em dado momento, a mulher teria desferido um soco no rosto de um dos fiscais, que acabou tendo os óculos quebrados e os lábios machucados.

O Jornal Tribuna entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto que, por meio de nota, informou que a loja foi lacrada pelo Departamento de Fiscalização Geral e o caso foi encaminhado para o Ministério Público.

Posteriormente, o caso também foi registrado junto a Central de Polícia Judiciária (CPJ) como lesão corporal, infração de medida sanitária preventiva e desacato.