A 2ª Vara Federal de Osasco/SP condenou o ex-ator pornô e deputa­do federal eleito pelo PSL Alexandre Frota Andrade à pena de 2 anos e 26 dias de detenção, no regime inicial aberto, mais pagamento de 620 dias -multa (no valor de meio salário mínimo cada), pelos delitos de difamação e injúria ao deputado federal Jean Wyllys. A pena privativa de liberdade foi substituída por prestação de serviços a comunidade e limitação de fins de semana. A decisão é da juíza federal Adriana Freisleben de Zanetti.

De acordo com a ação, em 5/4/2017, Alexandre Frota postou em sua página oficial da internet uma foto de Jean Wyllys, autor do processo, atribuindo-lhe a seguinte fala: “A pedofilia é uma prática normal em diversas espécies de animal (sic), anormal é o seu pre­conceito”. Essa publicação gerou quase dez mil compartilhamentos e mais de quatro mil curtidas, além de cerca de dois mil comentários. A frase, segundo Jean Wyllys, jamais foi proferida por ele.

Comentários