22 C
Ribeirão Preto
7 de julho de 2022 | 13:39
Jornal Tribuna Ribeirão
Divulgação

De Floresthá a Híbrida: Artista da música e da performance entra em uma nova fase

Híbrida é o novo nome escolhido para nomear a persona da multi-artista Thais Foresto, que expressa suas experiências e forma de ver a vida através da música, das artes cênicas e visuais.

A artista acredita que essa mudança vem para inaugurar uma nova fase em sua vida artística. Um momento de expansão e encontro genuíno com o que busca trazer dentro de seu ofício.

Segundo a produtora musical, o nome anterior “Floresthá” a representava muito, mas também vinha carregado de outros sentidos dos quais ela não conseguiria dominar tão bem. Diz achar injusta a associação do seu trabalho à questão do meio ambiente, por exemplo, pois conta não se sentir no direito e nem preparada para se apropriar desse discurso, muito menos em ocupar um lugar de fala que deve ser dado aos povos indígenas e aos ambientalistas, mesmo também sendo uma apoiadora da causa.

“Quando escolhi o nome Floresthá, ele veio muito associado ao nome que está na minha certidão “Foresto” e as confusões e brincadeiras de o associarem com a palavra “floresta”. Naquele momento me batizaram assim, pois para além dessa referência, ao meu ver as florestas podem representar simbolicamente a diversidade das facetas humanas que existem dentro de todos nós e isso também representa muito o que vislumbro com o fazer artístico. Porém o nome, por si só, já traz essa imagem das lutas ambientais muito forte e isso é algo que precisa ser visto com muito cuidado, principalmente para nós que lidamos com formação de opinião. De toda forma, quero que o trabalho transcendam e traga também outros discursos dentro da linguagem musical e garanto que todas as minhas lutas estarão presentes, mas agora com um nome que possa abrangê-las de uma forma mais consistente e que, com certeza, será melhor representado por Híbrida.”

Além de cantora, compositora e produtora musical, a multi-artista também é atriz e palhaça, o que a impulsiona na busca por essa hibridez no seu fazer artístico e em potencializá-los no trabalho e obras recorrentes dele.

Suas canções embebidas pela World Music, Pop, Indie e produzidas com arranjos eletrônicos, não se apoiam em um estilo único, mas em como esses ritmos podem nutrir seu fazer musical e transformar sua apresentação em uma experiência sonora e visual.

As maquiagens e figurinos divertidos, psicodélicos e exóticos continuarão fazendo parte da identidade instigante da artista, que vê neles o caminho para suas expansões criativas.

Híbrida chega de uma vez por todas com uma nova roupagem que a permitirá se envolver ainda mais na mistura e experimentação das linguagens e na imersão lúdica que sempre buscou dentro do fazer musical.
“Algo híbrido não se limita, procura pelo melhor de cada elemento e os funde em favor da arte. Para isso, precisa deixar de lado purismos ou rótulos que deixem a obra tão engessada que não possa se transformar em outra coisa…” – Híbrida.

A produtora está em processo de gravação do seu novo Ep, que deve sair ainda esse ano, enquanto isso, as músicas lançadas anteriormente poderão continuar sendo encontradas procurando por Floresthá nas plataformas de música e vídeos.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort