Dois indiciados do Núcleo de Uberlândia, que deu apoio logístico aos demais integrantes da quadrilha, foram presos na cidade mineira

A Policia Civil de Ribeirão Preto, através do Centro de Inteligência da Polícia (CIP) e apoio operacional da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), deflagrou a segunda etapa da operação “Piratas do Caribe”, na manhã desta quarta-feira (24).

No desdobramento das investigações, foram identificados mais dois criminosos envolvidos no ataque à empresa BRINKS, em outubro do ano passado, os quais integravam o núcleo criminoso de Uberlândia.

Após representação, foram expedidas suas prisões preventivas e ambos se encontram presos no sistema prisional mineiro.

Os criminosos presos nesta fase da operação compunham o núcleo de Uberlândia e deram apoio logístico aos demais integrantes da quadrilha, com o fornecimento de veículos blindados e bloqueadores de celulares.

Oportuno lembrar que um dos integrantes do núcleo de Uberlândia era Fábio Doner, que foi morto durante o confronto com a Polícia Militar no dia da ação criminosa.

Os presos possuem passagens por receptação.

Com as prisões desta quarta-feira (24), já são doze pessoas presas em decorrência da operação.

Comentários