30.6 C
Ribeirão Preto
13 de agosto de 2022 | 14:42
Jornal Tribuna Ribeirão
GUILHERME SIRCILI
Geral

Dom Pedro I – Corredor de ônibus recebe asfalto novo

Após terminar a implan­tação do pavimento novo e sinalização da avenida Dom Pedro I, no Ipiranga, Zona Norte de Ribeirão Preto, as obras de implantação do cor­redor de ônibus do Programa Ribeirão Mobilidade estão concentradas no trecho fi­nal da via e início da avenida Luiz Galvão César.

Com duas frentes de tra­balho simultâneas, a equipe principal está na entrada do bairro Planalto Verde, exe­cutando a fresagem do anti­go asfalto e já implantando o pavimento novo. A segunda está na rotatória Amin Calil, realizando trabalhos no can­teiro da rotatória.

As obras contemplam tam­bém uma ciclovia nas avenidas Luiz Galvão Cezar, Octávio Golfeto e Francisco Maggioni. A nova empresa responsável pela obra é a Autem Engenha­ria, que assinou a ordem de serviço em abril. O novo va­lor que será investido é de R$ 30.057.360,64, incluindo a con­clusão do corredor de ônibus da avenida Saudade, nos Cam­pos Elíseos, na mesma região.

A previsão de conclusão das obras é para o final de 2022. O corredor de ônibus da avenida Dom Pedro I será implantado da avenida Fábio Barreto até a praça Amin Calil, passando pelas avenidas Ma­rechal Costa e Silva, Capitão Salomão, Dom Pedro I e Luiz Galvão Cezar, chegando até a rotatória Alceu Paiva Arantes. A pavimentação das vias se­guirá o padrão dos corredores.

Vai reforçar a capacidade de suporte do pavimento, em função do tráfego intenso e do peso dos veículos. Ainda have­rá a implantação das paradas de ônibus, onde o asfalto será concretado em 35 metros de extensão para evitar o desgaste por frenagem e aceleração.

Os corredores de ônibus passam por abertura da caixa asfáltica em 45 centímetros. As demais faixas receberão fresa­gem e recapeamento ao longo de todas as vias que formam o corredor, além da reestrutura­ção das guias e sarjetas. Terá se­maforização inteligente, além de sinalização com botoeiras para pedestres e onda verde.

Nos quarteirões onde hou­ver ponto de ônibus, haverá revitalização de todo o passeio para garantir acessibilidade aos pedestres, principalmente àqueles com mobilidade re­duzida. Todas as esquinas da avenida contarão com ram­pas de acesso para cadeiran­tes, com piso tátil direcional e de alerta, indicando os pon­tos de espera e de travessia para deficientes visuais.

Ribeirão Mobilidade
O investimento total no Ri­beirão Mobilidade se aproxima de R$ 500 milhões. São R$ 310 milhões provenientes de re­cursos do antigo Programa de Aceleração do Crescimento II – PAC da Mobilidade Urbana e do Saneamento, do governo federal e, o restante do Finan­ciamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) e outras agências de crédito.

Cerca de 90% das obras do Programa Ribeirão Mo­bilidade já estão licitadas ou em processo de licitação. São mais de 30 projetos no total. Ao todo, serão implantados onze corredores de ônibus em Ribeirão Preto, num total de 56 quilômetros percorrendo as principais avenidas do mu­nicípio, além de pontes, túneis e viadutos que irão proporcio­nar maior conforto a 4.154.118 usuários do transporte público.

Entre as obras já entregues estão o corredor de ônibus da avenida do Café, duplicação das avenidas Antônia Mugnat­to Marincek e Adelmo Perdiz­za, adequação viária na rotató­ria das avenidas Nove de Julho, Portugal e Antônio Diederich­sen, ampliação da avenida Co­ronel Fernando Ferreira Leite, Viaduto Profissionais da Saú­de, entre outras intervenções. Também já foram concluídos os corredores de ônibus das avenidas Independência, Mei­ra Junior, Cavalheiro Paschoal Innecchi, Mogiana e Presiden­te Vargas.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com