22 C
Ribeirão Preto
7 de julho de 2022 | 13:53
Jornal Tribuna Ribeirão
FOTO: ALFREDO RISK

Emilio Cury toma posse na Câmara

O suplente de vereador pelo Partido Novo, Emilio Cury Jú­nior, de 49 anos, tomou posse na Câmara de Ribeirão Preto nesta terça-feira, 21 de junho, para um mandato de dez dias. Ele assume o cargo no lugar do titular da cadeira pela legenda, André Rodini, que pediu afas­tamento para tratar de assuntos particulares por 30 dias, até 30 de junho.

O pré-candidato ao gover­no de São Paulo pelo Partido Novo, o deputado federal Vi­nicius Poit, participou da ceri­mônia. A posse de Cury seria no dia 16, mas como foi feriado de Corpus Christi, a Câmara não teve sessão. Nos 15 primei­ros dias do mês a Câmara ficou com um vereador a menos.

O parágrafo 3º do artigo 14 da Lei Orgânica do Município – a “Constituição Municipal” – diz que o reserva só pode ser convocado após o 15º dia do afastamento do titular, seja para motivos particulares ou para tratamento de saúde.

Uma proposta de emenda à Lei Orgânica pretende antecipar a posse do suplente quando o vereador titular entrar em licença para tratar de assuntos particula­res. O projeto foi protocolado na Câmara em 14 de junho. O autor é Brando Veiga (Republicanos).

A proposta mantém a posse, segundo as atuais regras, apenas para os casos em que o parlamen­tar se licenciar para tratamento de saúde. No caso do afastamento para tratar de assuntos particula­res, o suplente passaria a assumir a cadeira imediatamente.

Emilio Cury é administrador de empresas e empreendedor e nas eleições de 2020 obteve 1.281 votos, ficando na primeira su­plência do Partido Novo. Em sua campanha, defendeu a reforma administrativa, apoio às conces­sões e privatizações, a luta contra o aumento de impostos e taxas públicas e a defesa incondicio­nal do empreendedor, do cida­dão e do contribuinte.

Nesta quarta-feira (22), em Franca, a partir das nove horas, Vinicius Poit visitará o Hospital do Câncer e, às 19 horas, vai par­ticipar de um evento do Partido Novo. A região recebeu, para a área da saúde, cerca de R$ 6,5 mi­lhões em emendas parlamenta­res – verbas individuais do man­dato ou recursos destinados pelo deputado enquanto coordenador da bancada federal paulista.

Ele é empreendedor e fez sua estreia na política em 2018, como o 12º candidato a receber mais votos na eleição para deputado federal por São Paulo, com o apoio de 207.118 eleitores. Nes­te ano, decidiu entrar na corrida pelo Palácio dos Bandeirantes.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort