O presidente do Botafogo, Gérson Engracia Garcia negou ontem (4), após a derrota no sá­bado (2) para o Tombense, por 2 a 1, em Tombos-MG, que o fraco desempenho do time nas últimas rodadas do Campeonato Brasilei­ro da Série C seja por um suposto atraso no pagamento dos salários. “É mentira! Desafio qualquer um a provar que os pagamentos da folha, dos direitos de imagem e dos bichos estejam atrasados”, de­safiou o dirigente.

Engracia disse não encontrar explicações pela crise vivida na reta final da fase de classificação, quando, dos 15 pontos disputa­dos, o Botafogo somou apenas um, contra o Tupi-MG, em Ri­beirão Preto, no dia 26 de agosto. Antes, o time havia perdido por 3 a 2 para o Macaé-RJ, fora de casa; São Bento, em casa, 2 a 0, e Joinvi­le fora, por 1 a 0, em Joinville, no 6 de agosto. A última vitória foi há mais de um mês contra o Volta Redonda-RJ, no dia 30 de julho. “Se eu soubesse as causas já teria tomado providências”, afirmou.

A derrota por 3 a 2, em Ma­caé, no norte fluminense foi o estopim para a queda do técnico Rodrigo Fonseca. Durante o seu comando, o time permaneceu nove de 14 rodadas na liderança da competição, sendo quatro de­las sem tomar nenhum gol. Com a sequência de resultados negati­vos, Fonseca foi substituído por Vica, que tentou implantar uma filosofia de jogo mais ofensiva. Logo em seguida à troca de téc­nicos, o atacante Edno, que tinha contrato com o clube até o final do Paulistão 2018, rescindiu con­trato e foi para o América-MG.

Na última rodada da fase de classificação, neste sábado (9), o Botafogo recebe o Ypiranga-RS (23 pontos) e precisa vencer e torcer para que o Tombense-MG não vença e nem empate com o Macaé fora de casa. No último sábado, em Tombos, o Botafogo foi derrotado por 2 a 1, no estádio “Almeidão”. O time saiu na frente com um gol de Ronaldo, sofreu o empate quatro minutos depois e a virada veio em um pênalti come­tido pelo meia Vitinho.

Na noite de ontem, em Vol­ta Redonda-RJ, o time da casa enfrentou o Tupi-MG, então vice-líder com 27 pontos, um a menos com o já classificado São Bento, com 27. O time da Ci­dade do Aço ocupava a terceira posição, com 24 pontos. O Bo­tafogo é o 6º colocado, com 22 pontos, junto com o Joinville, que na última rodada recebe o já rebaixado Mogi Mirim. Além de fazer o dever de casa, o Botafo­go irá precisar do resultado dos jogos do Tombense, Joinville e até do Volta Redonda. A quarta vaga poderá ser conseguida pe­los critérios de desempate.

Morais – O meia Morais, que deixou o jogo de Tombos-MG com dores musculares, passou por exames nesta segunda-feira. Segundo o médico do Botafo­go, Alexandre Vega, o resultado sai nesta terça-feira, mas há uma expectativa de que Morais possa estar em campo diante do Ypi­ranga-RS. Morais já está em trata­mento com a fisioterapia.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui