Jornal Tribuna Ribeirão

Equipe do Hospital São Lucas realiza Cirurgia Robótica Torácica Oncológica, com suporte de ECMO

Foto: Douglas Intrabartolo

Procedimento inédito no Brasil beneficiou uma mulher de 44 anos, com câncer primário de traqueia.

Foi realizada, dia 02 de maio de 2022 no Hospital São Lucas de Ribeirão Preto a primeira Cirurgia Robótica Torácica Oncológica por câncer primário de traqueia com suporte de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea), equipamento de alta complexidade capaz de funcionar como um pulmão e um coração artificiais para pacientes que estão com os órgãos comprometidos. A evolução da paciente foi excelente tendo ficado 48 horas na UTI e teve alta hospitalar 7 dias após a cirurgia.

O câncer primário de traqueia, tumor raro, se desenvolve no tubo que conecta a boca e o nariz aos pulmões, levando a um estreitamento progressivo da abertura da traqueia, restringindo o fluxo de ar para os pulmões.

A paciente, uma mulher de 44 anos, apresentava diagnóstico recente de neoplasia maligna em traqueia torácica, classificado como tumor adenóide cístico primário de traqueia. Apresentava quadro clínico falta de ar, insuficiência respiratória causado por obstrução tumoral da traqueia.

A complexidade cirúrgica do tumor pela localização delicada e a extensão da doença na traqueia, além da necessidade de ressecção cirúrgica de praticamente 50% da extensão do comprimento total traqueal, indicaram a utilização de técnica cirúrgica minimamente invasiva.

A realização do procedimento cirúrgico torácico foi planejada para a plataforma cirúrgica robótica, o que permitiu um manejo intra-operatório, tanto das vias aéreas superiores e intratorácica quanto dos vasos intratorácicos, artérias e veias, de maneira precisa e segura.

Foto: Douglas Intrabartolo

Ainda, segundo decisão de equipe médica multidisciplinar e pela opinião do oncologista clínico, não há, atualmente, nenhum outro tratamento efetivo para este tipo de doença tumoral maligna traqueal superior ao tratamento cirúrgico. Portanto, a cirurgia é o melhor tratamento com intenção curativa que a paciente poderá receber, uma cirurgia com ressecção completa da lesão tumoral, margens cirúrgicas adequadas e livres de neoplasia.

Segundo o Dr. Federico Garcia Cipriano, casos complexos em cirurgia torácica podem exigir o uso da membrana de oxigenação extracorpórea (Extracorporeal membrane oxygenation – ECMO), permitindo uma abordagem cirúrgica segura. É um método capaz de propiciar oxigenação sanguínea, remover dióxido de carbono e ainda garantir suporte circulatório quando há instabilidade hemodinâmica grave, além de permitir que se realize ventilação mecânica protetora. É uma anestesia segura com a utilização de ECMO no peri-operatório, permitindo a parada ventilatória pulmonar durante a realização do tempo cirúrgico principal. A realização de anastomose traqueal intra-torácica, após a retirada do tumor e que permite reconstruir a luz traqueal, em lesões complexas com o uso da ECMO, pode ser fundamental para que seja possível e seguro o reparo cirúrgico.

O procedimento cirúrgico robótico, inédito no Brasil pela utilização e incorporação de duas tecnologias avançadas simultaneamente em paciente com neoplasia primária traqueal, plataforma robótica e uso de ECMO,  foi realizado pelo Dr. Federico Garcia Cipriano, cirurgião torácico com especialização em cirurgia torácica oncológica minimamente invasiva e cirurgia robótica, em conjunto com o Dr. Ricardo Terra e o Dr. Gustavo Abdalla, dois renomados cirurgiões torácicos do InCor, com larga experiência em cirurgia torácica robótica e transplante pulmonar.

Foto: Douglas Intrabartolo

O planejamento cirúrgico mobilizou um trabalho colaborativo de várias equipes, de maneira multidisciplinar e multiprofissional. Equipes médicas de cirurgia torácica, oncologia clínica, anestesiologia, terapia intensiva e com todo o suporte das equipes de enfermagem do centro cirúrgico especializadas em cirurgias robóticas, além dos profissionais de fisioterapia e perfusão.

Desde junho de 2019, o Hospital São Lucas de Ribeirão Preto conta com o Serviço de Cirurgia Robótica em várias especialidades médicas com a realização das duas primeiras Cirurgias Robóticas, em hospital privado de Ribeirão Preto e região. Neste tipo de procedimento, a cirurgia robótica maximiza as taxas de cura, reduz o sangramento em até 80% e minimiza consideravelmente as sequelas, além de proporcionar a recuperação das funções vitais 40% mais rápido. A técnica cirúrgica é uma das mais modernas e inovadoras da atualidade e está presente em poucos centros hospitalares do Brasil.

O Hospital São Lucas conta com a recertificação internacional QMentum Diamond. Em 2001 a instituição foi uma das pioneiras no Brasil a obter a primeira certificação hospitalar pela ONA. Associado a Hospital Care desde 2017, o Grupo São Lucas é formado pelo Hospital São Lucas, o Hospital São Lucas Ribeirania, o Hospital São Lucas Especializado, a São Lucas Medicina Diagnóstica e o Centro de Especialidades Médicas São Lucas.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort