Escola do Mecânico dará trezentas bolsas de estudo

0
38
JF PIMENTA

Na contramão da cri­se econômica causada pelo novo coronavírus (covid-19) a Escola do Mecânico, que oferece ensino profissiona­lizante qualificado nas áreas de mecânica automotiva, de motocicleta e caminhões, criou um curso para homens e mulheres, de todas as ida­des, que desejam ingressar no ramo: o Vivendo de Mecâni­ca – Primeiro Módulo.

Realizado pela modalida­de EAD – Ensino à Distância, o curso está oferecendo tre­zentas bolsas de estudos para o primeiro módulo. Ele ensina dois serviços básicos: instala­ção de película automotiva – o famoso insulfilme para os vidros – e diagnóstico e repa­ro de falhas elétricas básicas, aquelas mais comuns.

“A ideia desse curso é fazer com que o novo profissional consiga rapidamente iniciar sua carreira na mecânica, ge­rando renda imediata. Ele po­derá conseguir emprego ou ser freelance, trabalhando em casa ou oferecendo seus serviços a terceiros”, comenta Sandra Nalli, fundadora da Escola. Segundo ela, o curso foi de­senvolvido para ajudar quem precisa começar a trabalhar de uma forma rápida, em casa.

Qualquer pessoa maior de 16 anos pode se candidatar a uma bolsa. Os candidatos se­rão avaliados a partir de um questionário, que será respon­dido no ato da inscrição. Serão escolhidos os alunos que de­sejam a qualificação, mas que não conseguem pagar por ela neste momento. A escola não levará em conta indicações de alunos ou funcionários e nem privilegiará pessoas por quais­quer outros critérios.

Além das trezentas bolsas, a cada nova matrícula pagante realizada em curso presencial ou semipresencial a escola ofe­recerá outra bolsa gratuita.