O Sesc Ribeirão Preto apre­senta nesta quinta-feira, 11 de ju­lho, dois espetáculos do projeto “Dança em Dobro”. A interven­ção “Estudos sobre o afeto”, com a Cia. Bichos de Terra Quente, abre a noite, a partir das 20 ho­ras, no Quintal, que comporta 80 pessoas. A performance traz dois homens que dançam com coragem a sensibilidade daquilo que os afeta, os nutre e os une.

Às 20h30, acontece o espe­táculo “mÓDIO”, com criação de Paulo Emílio Azevedo e Cia. Gente, do Rio de Janeiro. O es­petáculo compõe o primeiro estudo dos artistas para a esté­tica do desequilíbrio, que trata de um universo de “conflitos estéticos, desobediência e cria­ção”. A companhia propõe o ato de experimentar o corpo e suas gestualidades abrangentes como mote do fazer dança.

O processo dialoga com o estético como espaço político. Assim, o espetáculo busca ex­plorar, através da dança, uma pesquisa sobre espaços de vio­lência como pontos de energia – e questiona se é possível trans­formá-los em lugar criativo? A Cia. Gente reúne artistas, edu­cadores, gestores e profissionais de distintas áreas. Fundado em 9 de agosto de 2012 por Paulo Emílio Azevedo, o movimento busca reconhecer a diversidade cultural nas possibilidades esté­ticas e nos protagonismos que surgem desses trânsitos.

O projeto Dança em Do­bro promove o encontro entre dançarinos da cidade e região e companhias convidadas. A realização é do Sesc Ribeirão e do Movimento MuDança Ri­beirão. A primeira apresenta­ção tem entrada franca e livre. O espetáculo com a Cia. Gente será no Galpão de Eventos, que tem capacidade para 80 pes­soas. Fica na unidade da rua Tibiriça nº 50, na região cen­tral de Ribeirão Preto – entre a avenida Doutor Francisco Jun­queira e a rua Visconde do Rio Branco. Mais informações pelo telefone (16) 3977-4477.

O espetáculo não é reco­mendado para menores de 16 anos livre e não será permiti­da a entrada após o início. Os ingressos estão à venda onli­ne (www.sescsp.org.br) e no Sesc. Custam R$ 17 (inteira), R$ 8,50 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, porta­dor de necessidades especiais, estudante e servidor da escola pública com comprovante) e R$ 5 (trabalhador do comér­cio de bens, serviços e turismo credenciados no Sesc e depen­dentes – credencial plena).

Comentários