JF PIMENTA/ARQUIVO

O governador João Doria (PSDB) anunciou, na última sexta-feira, 9 de julho, a libera­ção de R$ 2,4 milhões para a am­pliação do ambulatório médico de especialidades do Centro de Referência da Saúde da Mulher, a Mater de Ribeirão Preto, no bairro Quintino Facci II, Zona Norte. Os recursos serão repas­sados para a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistên­cia do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (Faepa), respon­sável pela gestão do hospital.

No local, o governo estadual implantará o Ambulatório Mé­dico de Especialidade da Mulher (AME Mulher). O objetivo é re­forçar o conceito de hospital re­ferência, nos mesmos moldes do Pérola Byington, em São Paulo. O Centro de Referência da Saúde da Mulher de Ribeirão Preto atende os 26 municípios que integram o Departamento regional de Saú­de 13 (DRS-XIII), cobrindo um público alvo estimado de 1,4 mi­lhão de habitantes.

Junto com o prefeito Du­arte Nogueira (PSDB), o go­vernador visitou as obras do futuro Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Mais Regional e do Idoso, na Vila Virgínia, Zona Oeste. A uni­dade deve começar a atender dentro de 24 meses (dois anos).

A OTT Construções e In­corporações venceu a licitação com a proposta no valor de R$ 35.335.000,00. O AME Mais Regional e do Idoso está sendo construído em um terreno com mais de 17 mil metros quadra­dos localizado entre a avenida Monteiro Lobato e a rua Viscon­de de Inhomirim.

Com mais de 7,9 mil metros quadrados, o prédio contará com instalações hospitalares de primei­ro mundo, equipamentos médi­cos de última geração e atenderá, aproximadamente, 1,5 milhão de pessoas de Ribeirão Preto e região. O hospital atenderá 26 especiali­dades médicas, desde a primeira consulta, diagnóstico, tratamento e cirurgias, se necessário.

Realizará mais de 4,6 mil con­sultas médicas e não médicas por semana, 200 cirurgias ambula­toriais e 22 mil exames por mês. O prédio terá 24 consultórios, 22 salas de exames, três centros ci­rúrgicos e 23 salas de apoio. Será equipado com aparelhos mé­dicos para a realização de mais de 30 tipos de exames, dos mais simples aos mais complexos, com alta tecnologia e rapidez.

O projeto também com­portará o AME do Idoso, nos moldes dos ambulatórios do estado de São Paulo. Os três centros cirúrgicos atenderão as especialidades de cirurgia ge­ral, dermatologia, cirurgia vas­cular, ortopedia, oftalmologia, mastologia e urologia.