EUA acreditam que avião ucraniano foi abatido por míssil do Irã

0
16
WANA NEWS AGENCY

Os Estados Unidos acre­ditam que o avião ucraniano que caiu na quarta-feira (8) em Teerã pode ter sido aba­tido na sequência de um erro. A informação foi divulgada por duas fontes norte-ameri­canas. O Irã já rejeitou a te­oria, argumentando que “não poderia estar mais incorreta”.

De acordo com a agência Reuters, uma fonte norte­-americana revelou que os satélites norte-americanos detectaram o lançamento de dois mísseis iranianos pouco antes da queda do avião que vitimou 176 pessoas. Wa­shington acredita que a aero­nave pode ter sido abatida na sequência de um erro.

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, disse também ter provas de que foi um míssil iraniano que atin­giu o avião.

O acidente aconteceu ho­ras depois do lançamento de mísseis iranianos contra duas bases da coligação interna­cional liderada pelos Estados Unidos, em Ain Assad e Er­bil, no Iraque.

Teerã rejeita acusações
As autoridades iranianas já rejeitaram a tese de que o desastre do Boeing 737 da Ukraine International Airli­ne esteja relacionado com um eventual ataque com mísseis, afirmando que essa teoria “não faz sentido”.

As autoridades ucrania­nas – que enviaram para Teerã uma equipe de 45 in­vestigadores para participar no inquérito em curso – dis­seram nesta quinta-feira (9) que investigam potenciais ce­nários que esclareçam a que­da do avião.

Até ao momento, existem sete possíveis causas para o aci­dente, incluindo um eventual ataque com mísseis e terroris­mo. Por enquanto, “nenhuma é prioritária”, revelou o secretá­rio do Conselho Ucraniano de Segurança e de Defesa Nacio­nal, Sergei Danylov, à agência France Presse.
De acordo com um rela­tório inicial da CAO, a queda do avião esteve relacionada com um “problema” técnico não especificado.

Comentários