Fahel Júnior valoriza forte concorrência do elenco Comercialino

0
31
RAFAEL ALVES/COMERCIAL FC

A chegada do técnico Fahel Júnior ao Comercial resultou na virada de ânimo do elenco alvinegro e a guinada na tabe­la de classificação da Série A3. Mas, o bom momento não foi o único benefício que a mu­dança de treinador trouxe ao Leão do Norte.

Fahel passou a dar mais rotatividade ao elenco e opor­tunizou o grupo de jogadores do Comercial. Dos 35 inscri­tos pelo clube na competição, 26 tiveram chance de jogar em 1 mês e meio de trabalho. Com o antecessor, Roberval Davino, 18 atletas foram uti­lizados nos quatro jogos em que ele esteve como treinador.

“O importante de ressaltar é que se damos oportunidade para um atleta, não quer dizer que o outro não tenha condi­ção. O essencial é termos um grupo, onde podemos usar ele. O futebol se define pelo desem­penho, tanto para atletas como também para o treinador. Es­tamos observando todos, não tem um que seja mais do que o outro, então o tratamento é igual para todos, seja no vesti­ário ou dentro de campo”, disse.

O treinador reiterou que as mudanças com frequência são reflexo da alta competitivida­de do grupo. Fahel também ressaltou que um elenco forte precisa de concorrência e bri­ga por posição.

“É importante dentro de o clube ter uma competitividade, porque o jogador não pode se sentir absoluto e os que saíram tem que treinar e se esforçar ao máximo para que quando tenham nova oportunidade, consigam aproveitar. A conver­sa é olho no olho com todos e é isso que está fazendo sucesso no nosso trabalho. O grupo assimilou bem nossas ideias, aceitaram nossas definições, ninguém tem vaidade nenhu­ma. Os que estão jogando sa­bem que os que estão de fora têm condições de entrar no time”, afirmou.

O Campeonato Paulista Série A3 foi paralisado na 11ª rodada e ainda restam quatro partidas para encerrar a fase de classificação. O Leão do Norte tem 18 pontos e ocu­pa a 5ª colocação. A volta da competição no mês julho está descartada pela FPF (Federa­ção Paulista de Futebol).