Ferramentas digitais ajudam nos serviços públicos

0
33
J.F. PIMENTA

Que tal ter dezenas de mi­lhares de pessoas trabalhando para a prefeitura? Essa é a ges­tão pública colaborativa, uma ferramenta que tem auxiliado cada vez mais os gestores em vários municípios brasileiros. Isso não quer dizer que os cidadãos são empregados do município, mas eles podem ajudar, e muito, na rapidez e eficiência dos serviços presta­dos à comunidade.

Uma das iniciativas priva­das no Brasil que oferece uma ferramenta de gestão pública colaborativa é o Colab, aplica­tivo que surgiu em 2013 com o propósito de aproximar ci­dadãos e governos através da tecnologia. Por meio do pro­grama, que pode ser instalado no celular ou no computador, a população pode solicitar serviços de zeladoria urbana e participar de tomadas de de­cisão de sua cidade através de consultas públicas.

Um dos municípios que se beneficiaram com a tecnologia é Santo André, no estado de São Paulo. Em 2017, quando a cidade fez a revisão do Pla­no Diretor, usou a plataforma Colab para realizar a consul­ta pública e o sucesso foi tão significativo que a ferramenta foi estendida para os demais serviços urbanos direcionados à população, como, por exem­plo, tapa buracos, rede elétrica e poda de árvores.

Além de ajudar o cidadão a conseguir o atendimento de serviços públicos com mais rapidez, a ferramenta tam­bém possibilita aos gestores uma condução mais estraté­gica, tática e operacional da administração pública, já que é possível fazer recortes dos mais variados tipos na base de dados, como categorias de solicitação por região e tem­po de solução das demandas. O Colab pode ser baixado tanto pelos cidadãos no site da startup quanto nas lojas de aplicativos para celular.

O CEO da startup Colab, Gustavo Maia, acredita que a iniciativa alia a inovação governamental ao engaja­mento cidadão, é tudo feito com muita transparência, por meio de uma rede social aber­ta e estruturada. Ele destaca que esse novo meio de gerir os serviços públicos torna o mu­nicípio mais eficiente, respon­sivo e legítimo, uma vez que alça os moradores à posição de agentes transformadores da cidade onde vivem.

Interação em tempo real com o munícipe

“A gestão pública colabo­rativa é essencial tanto para dar voz ao cidadão, motivan­do-o a se engajar e ajudar o Poder Público, quanto fa­zer com que o governo seja mais aberto e transparente, de modo a conseguir criar suas soluções a partir da co­laboração das pessoas”, res­salta Gustavo. Atualmente, o Colab está presente em mais de 100 cidades do Brasil e possui mais de 250 mil usuá­rios cidadãos. Além de Santo André, outros 19 municípios utilizam a plataforma como aplicativo oficial de comuni­cação e zeladoria urbana.

Ribeirão utiliza ferramentas digitais
A Prefeitura de Ribeirão Preto não utiliza o Colab, mas disponibiliza canais de comu­nicação para que a população possa fazer críticas, sugestões e reivindicações. Entre estes instrumentos estão as redes sociais Facebook, Instagram e o aplicativo WhatsApp.

Segundo a administração municipal, nestes serviços existe um padrão informati­vo, transparente e de disse­minação de campanhas de conscientização, como a do coronavírus.
São aproximadamente 100 mil perfis conectados às contas da prefeitura. No to­tal, existe um engajamento de aproximadamente 700 mil publicações alcançadas por mês, além de cerca de 160 mil interações nas plataformas.

O governo municipal afirma que no máximo, em 24 horas após a demanda, o munícipe recebe o retorno. Nesse mesmo período, ga­rante, são elaboradas respos­tas claras e com o objetivo de auxiliar o munícipe na sua necessidade ou insatisfação com o maior volume de in­formações e direcionamen­tos possíveis. Muitas vezes, a própria demanda é resolvida de imediato via rede social.

Já o serviço telefônico 156 recebe em média 5.800 liga­ções por mês e tem entre os assuntos mais frequentes à coleta de galhos e limpeza urbana. O Fala Cidadão dis­ponibilizado pela internet recebe uma média de 850 co­municações.

Testando
Entramos no portal da prefeitura (http://ribeira­opreto.sp.gov.br/portal) de Ribeirão Preto e testamos as ferramentas de comunicação disponibilizadas. O portal, além das últimas notícias di­vulgadas pelo setor de comu­nicação, oferece caminhos online para suas secretarias e autarquias, bem como en­dereços, telefones e respon­sáveis pelas pastas. Oferece ainda vários serviços.

Quanto às plataformas digitais, no canto superior direito, há ícones do Twitter, Facebook, Instagram, You­Tube e WhatsApp. No Twit­ter e Facebook o usuários ao clicar entra em uma notícia publicada recentemente. O Instagram dá erro de ende­reço. No YouTube, o link é para o canal da prefeitura e o WhatsApp direciona para uma conversa.

Comentários