Um dos maiores e mais tra­dicionais eventos culturais do país precisou se adaptar, mais uma vez, aos cuidados exigidos pela pandemia da Covid-19. Pensando nisso, a equipe or­ganizadora do 57º Festival do Folclore da Estância Turística de Olímpia anunciou que a edição deste ano será realizada de forma híbrida.

O evento contará com apre­sentações ao vivo, transmitidas por lives, e exibições gravadas de músicas e danças inéditas, com a participação de grupos folclóri­cos e parafolclóricos convidados de diversos estados brasileiros. Além disso, a edição terá nova data, com programação de 11 a 15 de agosto, ou seja, de quarta­-feira a domingo.

Com a nova data, há me­nos de 100 dias para a edição 2021, cujo tema será “Cone­xão de um povo”, valorizando o encontro e a confraterni­zação da cultura brasileira que o festival promove. Neste ano, o evento comemora seu Jubileu de Jasmim e homena­geará o Grupo Parafolclóri­co Frutos do Pará, de Belém (PA), conforme anunciado na última edição. A progra­mação completa está sendo finalizada e será divulgada em breve.

Ao todo, serão cinco dias de evento que, além das apre­sentações dos grupos partici­pantes, terá ainda outras atra­ções digitais como oficinas de brinquedos tradicionais, ressignificados no contexto da pandemia, contação de causos e simpósios de estu­dos, unindo entretenimento e pesquisa, mantendo assim a tradição que perpassa as dezenas de anos de existência do festival.

“Olímpia é a Capital Nacio­nal do Folclore e temos a respon­sabilidade de preservar a cultura que nos elevou a esse patamar. São 57 anos de uma história ininterrupta e, pelo segundo ano consecutivo, vamos ter que nos adaptar ao momento de desafio que enfrentamos. A cultura é essencial, mas a saúde é urgen­te. Esperávamos já ter superado essa crise e temos a esperança de estarmos caminhando pra isso. Mas enquanto não é possível re­alizarmos o formato tradicional, vamos promover mais uma vez um festival digital, reunindo e confraternizando a cultura bra­sileira e transmitindo pro país e pro mundo”, destacou o prefeito da cidade, Fernando Cunha.

Este ano, o palco do fol­clore brasileiro também mu­dou. Para seguir as orienta­ções dos órgãos de Saúde, o Festival do Folclore será transmitido diretamente da Casa da Cultura de Olímpia, seguindo todas as medidas de segurança para prevenção ao coronavírus.

O 57º Festival do Folclore de Olímpia é organizado pela Prefeitura, por meio da secre­taria de Turismo e Cultura, e conta com o apoio da Asso­ciação Olímpia para Todos. O evento será transmitido pelos canais oficiais do festi­val, no Facebook e Youtube.