Ribeirão Preto sedia nesta quinta-feira, 3 de outubro, das 17 às 22 horas, no Shopping Center Iguatemi, a etapa regional do festival gastronômico “Feito em SP”, que vai eleger pratos e pro­dutos típicos e saborosos do Es­tado de São Paulo. O chef padri­nho será Checho Gonzales, que vai ministrar uma masterclass de uma hora. O show musical fica por conta de Cassio Salles.

O empreendimento fica na avenida Luiz Eduardo Toledo Prado nº 900, na Vila do Golfe, Zona Sul de Ribeirão Preto. O “Feito em SP” é um programa da Secretaria de Cultura e Eco­nomia Criativa do Estado de São Paulo, com a curadoria do Mun­do Mesa e apoio da prefeitura e da Secretaria Municipal da Cul­tura. Foi criado com o intuito de selecionar as receitas culinárias e os produtos mais emblemáticos do Estado de São Paulo.

A ideia do projeto é conso­lidar a gastronomia do Estado como um dos mais importan­tes alicerces da economia e do empreendedorismo, desde o cultivo, da agricultura, até a produção de alimentos ma­nufaturados e o setor de res­taurantes. A etapa de Ribeirão Preto abrange os cadastros de várias cidades da região.

São elas Altinópolis, Barrinha, Brodowski, Cajuru, Cássia dos Coqueiros, Cravinhos, Dumont, Guariba, Guatapará, Jaboticabal, Jardinópolis, Luís Antônio, Monte Alto, Pitangueiras, Pontal, Pradó­polis, Ribeirão Preto, Santa Cruz da Esperança, Santa Rosa de Vi­terbo, Santo Antônio da Alegria, São Simão, Serra Azul, Serrana, Sertãozinho e Taquaral.

A seleção terá dois momentos. No primeiro, os estabelecimen­tos (restaurantes, bares, padarias, produtores e fabricantes) têm que se cadastrar, respeitando as datas de inscrição de sua macrorregião – terminou no dia 24. Uma co­missão avaliadora formada por profissionais do Mundo Mesa, pelas secretarias estaduais de Cul­tura, Turismo e Agricultura e por chefs madrinhas e padrinhos con­vidados a participar de cada etapa, escolherá quatro produtos agro­pecuários manufaturados (doces, salgados, embutidos, queijos, etc.) e quatro pratos de estabelecimen­tos comerciais relevantes e icôni­cos daquela macrorregião.

No segundo momento, os oito finalistas selecionados se apresentarão por um dia na cida­de-anfitriã de sua macrorregião, onde deverão levar, no mínimo, 300 porções pré-preparadas para venda pública, a preços populares, entre R$ 15 e R$ 25 e mais sete pe­quenas porções para degustação da comissão técnica. Neste mes­mo dia, a comissão técnica esco­lherá, em sala reservada, os dois produtos e os dois pratos vence­dores da macrorregião, indicando ainda a classificação dos demais a título de reserva. O anúncio dos vencedores será feito no palco an­tes do final do evento.

Os quatro vencedores parti­ciparão da 16ª e última ação, no “Feito em SP”, na cidade de São Paulo, de 24 a 27 de outubro, nas belíssimas instalações do Me­morial da América Latina. Os 30 produtos e 30 pratos vencedores irão expor e vender seus produtos a preços populares pré-determi­nados em acordo com a orga­nização. As etapas regionais em todo o Estado ocorrerão de 2 a 18 de outubro, com escolha de quatro finalistas cada, e na final dois produtos manufaturados e dois pratos emblemáticos de cada macrorregião estarão sendo ven­didos ao público.

Checho Gonzales
O chef boliviano, há mais de 45 anos no Brasil, tem dois en­dereços na capital: a Comedoria Gonzales, no Mercado de Pinhei­ros, e o Mescla, na Barra Funda. Ele teve diversos negócios no Rio de Janeiro e em São Paulo. Em 2012, idealizou a primeira feira de gastronomia da capital, “O Merca­do”. Em 2014, abriu a Comedoria Gonzales, onde serve um dos me­lhores ceviches da cidade e outras receitas latinas típicas. Neste ano inaugurou o Mescla, restaurante que segue a linha de misturas de sabores e temperos.

Comentários