REDES SOCIAIS/ REPRODUÇÃO

Sob acusação de forjar o próprio sequestro e de tentativa de extor­são praticada contra a mãe, um designer de 35 anos foi preso na quarta-feira, 20 de março, junto com um comparsa. A ocorrência foi registrada em boletim de ocorrência (BO), descrevendo que uma faxineira de 62 anos recebeu a foto do filho em um local que parecia um cativeiro e a exigência de pagamento de R$ 1 mil pelo resgate.

A mãe teria respondido que não tinha a quantia para pagar o resgate do filho e foi combinado, através de rede social, que pagaria R$ 200 para que ele fosse libertado. Na troca de mensagens, foi indicado o número de celular de um mototaxista de 52 anos, que receberia o di­nheiro. A mulher, já desconfiada, acionou a Polícia Militar (PM), que foi para a residência e aguardou o motoqueiro. Quando ele chegou ao local para receber o pagamento do suposto resgate, foi detido.

O mototaxista confessou que o filho da vítima esteve em sua resi­dência e pediu para que ele fotografasse o local como se fosse um cativeiro. Afirmou que não participou do falso sequestro. A foto estava arquivada na memória do celular do averiguado. Logo em seguida, o designer foi até a residência da mãe e teria revelado que estava sendo ameaçado e que precisava pagar dívidas com traficantes de drogas. A dupla foi levada para a Central de Policia Judiciária (CPJ) e na manhã desta quinta-feira (21) será apresentada em audiência de custódia.

Comentários