FPF diz que Corinthians e Palmeiras farão testes antes da final de sábado

0
25
CÉSAR GRECO/AGÊNCIA PALMEIRAS

As delegações de Corin­thians e Palmeiras vão realizar testes para o coronavírus antes da disputa da finalíssima do Campeonato Paulista, no próxi­mo sábado, no Allianz Parque. Foi o que comunicou a FPF nes­ta segunda-feira, após um dia de polêmicas entre os clubes sobre a necessidade da realização do exame e o cumprimento dos protocolos de segurança para evitar a propagação da doença.

De acordo com a FPF, a decisão de realizar os testes foi tomada em comum entre os clubes e a federação. E os exames ocorrerão indepen­dentemente da decisão das equipes de concentrarem suas delegações nos dias que ante­cedem a partida decisiva.

“A FPF informa ainda que, em comum acordo com os dois clubes, serão realizados testes de PCR-RT em ambas delegações, estando concentradas ou não, antes da partida decisiva, mar­cada para sábado, às 16h30. Os testes serão realizados pelo Al­bert Einstein, por meio de con­vênio que a FPF possui com o hospital”, afirmou a FPF em co­municado assinado por Moisés Cohen, presidente da Comissão Médica da federação.

Porém, em sua nota, a FPF frisou que o comportamento adotado pelos clube vinha sen­do o correto. E que o Palmeiras precisa passar por testes antes da partida desta quarta-feira em Itaquera, mas não o elenco do Corinthians.

O texto do protocolo reco­menda que as equipes adotassem o regime de concentração para a volta do Campeonato Paulista e mantivessem essa programação até o fim do Estadual, mas nem todos adotaram esse procedimen­to, caso do Palmeiras. O clube liberou os jogadores a dormirem em casa, mas para atuar teve de apresentar comprovações de que não há casos positivos para co­vid-19 nos elencos.

No caso de clubes que conti­nuam com o regime de concen­tração, no qual se inclui o Co­rinthians, a FPF realizou exames quando os jogadores se reapresen­taram. Depois disso, os atletas não precisam ser mais testados, per­manecem o tempo todo em isola­mento em hotéis ou alojamentos, sendo apenas monitorados pelos próprios times. Cabe aos médicos das delegações comunicar pos­síveis sintomas ao departamento médico da FPF e tirar o jogador suspeito da próxima partida.

O protocolo médico da FPF prevê que os times que fizeram isolamento social só teriam de ser testados uma vez. Quem não adotar a prática, terá, sim, de passar por testes antes de cada partida. Foi o que confirmou a nota: que o Palmeiras não man­teve seus jogadores isolados e que o Corinthians não estaria obrigado a realizar testes.

“O Sport Club Corinthians Paulista atuou contra o Mirassol com toda sua delegação testada. Após a partida, o clube continuou com seu grupo isolado, o que, de acordo com o protocolo, não obri­ga realização de novo teste para o próximo jogo. A Sociedade Es­portiva Palmeiras optou por não manter os atletas confinados e concentrados após a partida contra a Ponte Preta. Assim, seguindo o mesmo conceito do protocolo, antes da concentra­ção para a partida seguinte, a delegação deve ser testada”, diz.

A divergência entre os dois finalistas teve início em reunião por videoconferência pela manhã entre os presidentes dos clubes e mais representantes da FPF. Na conversa, o mandatário corintia­no, Andrés Sanchez, avisou que o elenco não faria exames para detecção da doença antes da final porque como os jogadores estão em isolamento, isso não é neces­sário. Esse posicionamento irritou o presidente do Palmeiras, Mauri­cio Galiotte, que pretendia realizar testes no time e queria que os ad­versários fizessem o mesmo.

Pouco depois, em nota ofi­cial, o Corinthians explicou o motivo de não realizar mais exa­mes no elenco e esclareceu que há duas semanas os jogadores, funcionários e membros da co­missão técnica têm cumprido quarentena no CT. Agora, porém, a FPF definiu que ambos serão testados. E o clube alvinegro rea­lizará seus exames na quinta-feira.

“Seguindo protocolo do clu­be e as orientações da equipe médica que está desde o início acompanhando de perto o Co­rinthians, aviso que faremos nosso teste periódico de co­vid-19 com o time, comissão e funcionários na manhã desta quinta-feira no CT”, comunicou Andrés em seu perfil no Twitter.

Comentários