RAFAEL ALVES/COMERCIAL FC

As despedidas seguem sen­do uma rotina no Comercial. Desta vez, o atacante Gabriel Duarte, 24 anos, foi quem co­municou sua saída do Leão do Norte. Em suas redes sociais, o jogador, que chegou ao Bafo emprestado pelo Água Santa, agradeceu a oportunidade de vestir as cores do clube.

“Obrigado por tudo. Jamais esquecerei esse clube, um clu­be que confiou em mim e me deu a oportunidade de vestir essa camisa tão gloriosa, sem­pre estarei torcendo por vocês. Obrigado!”, escreveu.

A curta passagem de Gabriel Duarte pelo Leão do Norte teve 11 partidas e um único gol mar­cado. Contratado com o aval de Fahel Júnior, com quem já havia trabalhado em outras equipes e foi demitido do Comercial após três rodadas, o atacante perdeu espaço com os outros treinado­res e foi utilizado quase sempre saindo do banco de reservas.

A debandada do elenco comercialino é um processo que está sendo encarado com naturalidade pela diretoria, já que o clube não tem uma perspectiva de calendário para o segundo semestre.

Segundo José Lourenço, diretor de futebol do Leão do Norte, o clube ainda não de­finiu se vai ou não participar da Copa Paulista. Em graves problemas financeiros, o Co­mercial estuda não disputar a competição para ter mais condições de montar um time competitivo na A3 de 2022.

A prioridade no clube é fa­zer os acertos financeiros com os atletas que estiveram no clu­be em 2020. Os que possuem contratos mais extensos estão sendo emprestados para ou­tras equipes, casos de Victor Hugo, que foi para o Artsul, do Rio de Janeiro, e Luã Niger, que vai defender a Matonense.

Outros atletas estão tendo suas situações avaliadas e po­dem ter seus contratos estendi­dos. O primeiro nessa condição foi o volante Guilherme Pitbull, que renovou contrato e deve também ser emprestado. O Co­mercial deve se pronunciar em breve sobre a Copa Paulista.