Grupo de militares da reserva realiza ações solidárias em Sertãozinho

0
169
Foto: Arquivo Pessoal

Em prol da solidariedade e seguindo a premissa da igualdade, o Clube dos Boinas Pretas (CBP) de Sertãozinho tem levado a esperança até aqueles que mais precisam. Composto por militares da reserva, os membros do grupo se unem e realizam ações solidárias no município.

Apesar de criada a ideia inicialmente em 1989, em um encontro orquestrado pelos reservistas do Exército Brasileiro Hélio Bernardo, Carlos Oliveira Teodolito e Amaral Xavier, o CBP teve sua fundação oficial anos depois, em 2013.

“O ano de fundação foi a partir desse primeiro encontro, em 1989. Mas o CBP foi oficializado quando teve seu estatuto montado, em 2013. De lá para cá, a coisa tomou forma e corpo, fazendo com que as atividades ficassem mais vinculadas ao regimento”, diz Antonio Carlos Agranito, ex-presidente, atual conselheiro e relações públicas do CBP.

Neste ano, em meio a pandemia do novo coronavírus, o CBP realizou a doação de 400 litros de desinfetante e de água sanitária ao Albergue Noturno. Em outras oportunidades, asilo, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e orfanato também foram agraciados com ações de arrecadação de alimentos, equipamentos e produtos de limpezas.

Mesmo com a dificuldade encontrada de realizar novas ações por conta do vírus, Agranito se vê otimista de ainda ser feito uma campanha para o natal de 2020.

“Atualmente, como essas ações que realizamos geram aglomerações, elas estão sendo suspensas. Acredito que para o final do ano, em um ‘Natal Solidário’, será feito sim”, diz.

Até o momento, já participaram do grupo em torno de 400 pessoas. Entre elas, estão aqueles que serviram o 2º Regimento de Carros de Combate de Pirassununga e participantes de outras armas, como da AFA, da Polícia Militar, da GCM de Sertãozinho e de cidades da região.

Comentários