Cerca de 28 mil pessoas vacinadas em Serrana em estudo inédito - DIVULGAÇÃO/GOVERNO DE SÃO PAULO

A Secretaria Municipal da Saúde inicia nesta quarta-feira, 16 de junho, a etapa de apli­cação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em mais dois grupos. Um é o das pessoas de 50 a 59 anos de idade. Para essa faixa etária, a imunização será realizada a partir das 8h30 desta quar­ta-feira, dia 16, em 36 Unida­des Básicas de Saúde (UBS’s).

Não há mais vagas dispo­níveis. Segundo a secretaria, 28.861 pessoas conseguiram agendar a vacinação. As do­ses reservadas para este gru­po esgotaram em menos de cinco horas – este público é estimado em 50 mil na cida­de. A prefeitura diz que vai abrir mais vagas para este grupo nos próximos dias.

O agendamento teve início às 13 horas desta terça-feira (15). A procura foi tão inten­sa que o site da prefeitura de Ribeirão Preto, administrado pela Companhia de Desenvol­vimento Econômico (Coderp), não suportou a demanda e saiu do ar por alguns minutos.

Foram computados 480 agendamentos por minu­to. Nos locais de vacinação (UBS’s), as pessoas deste grupo devem apresentar al­gum documento oficial com foto – Registro Geral (RG) ou Carteira Nacional de Ha­bilitação (CNH), entre outros –, Cadastro de Pessoa Física (CPF), comprovante de resi­dência, ficha do Vacivida pre­enchida e o número do pro­tocolo do agendamento.

Também nesta terça-fei­ra, a Secretaria Municipal da Saúde disponibilizou o agen­damento para a aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em pessoas com deficiência permanente a partir dos 18 anos. Para esse grupo, a vacinação acontece­rá na quarta e quinta-feira, dias16 e 17 de junho, a partir das 8h30, em 36 UBS’s.

O agendamento deve ser feito no site da prefeitura de Ribeirão Preto (www.ribei­raopreto.sp.gov.br) ou pelos telefones 3977-9441 ou 3977- 9442. No dia e horário agen­dados para receber a vacina, será preciso ter em mãos um documento oficial com foto, CPF, comprovante de endere­ço de Ribeirão Preto atualiza­do, o número do protocolo do agendamento, a ficha do Vaci­vida preenchida e documentos comprobatórios de deficiência.

O pré-cadastro no site Va­cina Já (www.vacinaja.com.br) é recomendado para todos os públicos incluídos no calendá­rio de imunização. O formulário pode ser preenchido no site ou via WhatsApp – basta adicionar o número +55 11 95220-2923 à lista de contatos e enviar um “oi” ou clicar no link wa.me/5511952202923?text=oi .

No domingo (13), o go­vernador João Doria (PSDB) anunciou que toda a popula­ção adulta dos 645 municípios de São Paulo deverá estar vaci­nada contra a covid-19 até 15 de setembro, antecipando em 33 dias a estimativa de conclu­são do cronograma anterior, cuja previsão era para 18 de outubro. Com o novo calen­dário, pessoas com idade a partir de 40 anos poderão se vacinar contra o coronavírus ainda neste mês.

Trata-se do maior avanço já definido na campanha de vacinação contra o coronaví­rus em São Paulo, com doses garantidas para início da imu­nização dos adultos de 40 a 59 anos ainda em junho. Somente neste mês, a previsão do Pro­grama Estadual de Imunização (PEI) é que 7,45 milhões de adultos do Estado de São Paulo recebam a primeira dose até o final deste mês.

O novo público de 40 a 59 anos agrupa quatro grupos previamente definidos – antes, estavam previstas subdivisões em grupos de cinco anos para cada nova expansão da campa­nha. A partir desta quarta-feira (16), as doses serão aplicadas em qualquer pessoa na faixa de 50 a 59 anos. Pelo cronograma anterior, esta data estava defi­nida para as pessoas com ida­de entre 55 e 59 anos, e agora o alcance foi expandido.

A partir do dia 23 de ju­nho, São Paulo vai vacinar a população com idade entre 43 e 49 anos. No dia 30 de junho, última quarta-feira deste mês, começa a imunização dos que têm entre 40 a 42 anos. No dia 15 de julho, a campanha será estendida para a população de 35 a 39 anos. Depois, no dia 30 de julho, as pessoas com idade entre 30 e 34 anos também poderão ser vacina­das contra a covid-19.

A partir de 16 de agosto, a vacinação se estende para os adultos mais jovens, com idade entre 25 a 29 anos. Por fim, a partir de 1º de setem­bro, todos os adultos a partir de 18 anos poderão iniciar a imunização contra o corona­vírus, com término previsto de aplicação da primeira dose para o dia 15 de setembro.

A ampliação dos públi­cos-alvo e a projeção do novo calendário se baseiam nas estimativas de entregas do Ministério da Saúde. Com a chegada ao Brasil dos novos imunizantes da Pfizer e da Janssen (Johnson & Johnson) e mais entregas das vacinas do Instituto Butantan (Corona­vac) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz, vacina de Oxf­dord/Astrazeneca), São Paulo recalculou o cronograma e está intensificando a logística e dis­tribuição dos imunizantes para os 645 municípios.

Início antecipado para a população em geral
De 16 a 22 de junho
– Adultos de 50 e 59 anos
De 23 a 29 de junho
– Adultos de 43 e 49 anos
De 30 de junho a 14 de julho
– Adultos de 40 a 42 anos
De 15 a 29 de julho
– Adultos de 35 a 39 anos
De 30 de julho a 15 de agosto
– Adultos de 30 e 44 anos
De 16 a 31 de agosto
– Adultos de 25 a 29 anos
De 1º a 15 de setembro
– Adultos sem comorbidades