Ibitinga, Pantanal Paulista e a Capital do Bordado

0
64
FOTOS: PAULO LI/EXPRESSÃO STUDIO

A Estância Turística de Ibitinga é mais uma opção de turismo no estado de São Paulo para quando a pan­demia do novo coronavírus (covid-19) terminar. Distante aproximadamente 150 km de Ribeirão Preto, uma viagem de carro em torno de 2 horas, a cidade é conhecida como a “Capital do Bordado”.

Por conta da fama da pro­dução de peças e seus bordados Ibitinga, antes da pandemia, tinha no turismo comercial o movimento de grande parte da economia local. Milhares de visitantes em buscavam, anu­almente, a diversidade da arte têxtil como enxovais de cama, mesa e banho, disponíveis em suas mais de 1.200 lojas e na fa­mosa Feira do Artesanato.

Hoje são muitas as indús­trias têxteis estabelecidas na região e mesmo industriali­zados, seus produtos man­têm o acabamento artesanal. São exportados para todos os continentes.

O município pertence ao Circuito Caminhos do Tietê e é área de proteção ambiental. Oferece muitas belezas natu­rais, destacando-se o chamado “Pantanal Paulista” que se loca­liza no Rio Jacaré Pepira. O vi­sitante também pode desfrutar do patrimônio histórico-cultu­ral e religioso da cidade, con­tidos em suas praças, museu e igreja matriz (foto abaixo).

PROCISSÃO NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES


A tradicional festa da cidade de Ibitinga acontece na primeira semana de fevereiro. Os festejos são muitos e começam com as diversas missas que acontecem durante a semana. No último dia, domingo, é feita a procissão de barcos no rio jacaré Guaçu, seguida de missa campal. Para fechar, um almoço beneficente com show ao vivo.

PANTANAL PAULISTA


Passeio imperdível para quem gosta de natureza, considerada o pantanal paulista, a área de proteção ambiental preserva a fauna e flora parecida com o pantanal mato-grossense.

FEIRA DE ARTESANATO DO BORDADO


Aos fãs de artesanato, a atração, antes da pandemia, contava com 536 barracas de variados trabalhos. Destaque para os panos de prato, almofadas, tapetes, jogos de cama, mesa e banho, entre outros.

MUSEU DUILIO GALLI


Passeio para quem aprecia artes. O espaço oferece rico acervo com mais de 130 obras que variam entre pinturas a óleo, gravuras, desenhos, serigrafias, entre outros tipos de trabalhos. Destaque para as obras de Alfredo Volpe e Tarsilla do Amaral.

USINA HIDRELÉTRICA AES TIETÊ


Uma das atrações mais visitadas da cidade, no passeio de barco, o turista conhece a usina hidrelétrica que fica entre os municípios de Ibitinga e Iacanga.

IGREJA MATRIZ