21.8 C
Ribeirão Preto
8 de agosto de 2022 | 4:23
Jornal Tribuna Ribeirão
Foto: Dirceu Garcia / GCN
Destaque Geral

Instaurado procedimento sobre desabamento no prédio do Sesc de Franca

O promotor Carlos Henrique Gasparoto instaurou procedimento preparatório de inquérito civil, diante do desabamento de laje em construção do imóvel que abrigaria o Sesc em Franca, na região de Ribeirão Preto. A informação foi divulgada pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) nessa segunda-feira (22).

Entre as providências determinadas, o membro do MPSP requisitou à Prefeitura de Franca a realização de vistoria pela Defesa Civil e a adoção das providências necessárias à proteção física dos habitantes do entorno do imóvel. Além disso, a Promotoria solicitou cópia de projetos e de autos de embargos eventualmente lavrados pelo poder público. 

O jornal Tribuna entrou em contato com o Sesc São Paulo que informou que lamenta profundamente o acidente ocorrido na obra de construção da futura unidade do Sesc Franca.

“O Sesc está em contato permanente com a construtora para assegurar que as vítimas e seus familiares estejam recebendo todo o apoio psicológico e social neste momento de grande dor. O Sesc também colocou sua estrutura e seus profissionais na região à disposição para prestar acolhimento aos atingidos”, completou.

O desabamento

Na última sexta-feira (19), uma pessoa morreu após uma laje desabar na construção. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Franca, havia cerca de 25 funcionários no momento do acidente e alguns conseguiram sair com poucas escoriações. 

Contudo, a guarnição socorreu 14 vítimas, sendo cinco delas em estado grave. Uma pessoa morreu ainda no local.

A Polícia Militar também esteve presente e realizou a contenção e o isolamento da área para permitir a segurança dos profissionais, além da entrada e saída do resgate, Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e ambulâncias particulares.

Segundo a última atualização do Sesc São Paulo, onze vítimas já receberam alta hospitalar, foram liberadas e estão em casa em recuperação. “Três trabalhadores seguem internados sob cuidados médicos, de acordo com informações da JZ Engenharia, a empresa contratada para a execução da obra”, informou.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com