Jornal Tribuna Ribeirão

Japão tem 86,5 mil pessoas centenárias

JAMES MATSUMOTO/SOPA IMAGES/SIPA USA

O Japão conta com 86.510 pessoas com idade igual ou superior a 100 anos, um novo recorde, segundo dados divul­gados pelo Ministério da Saúde japonês nesta quarta-feira, 15 de setembro. A quantidade de centenários quintuplicou no país desde 2000. Os números, divulgados por ocasião do Dia do Respeito pelos Idosos, que será comemorado na próxima segunda-feira (20), representam aumento de 6.060 pessoas em relação ao ano anterior, de acor­do com o ministério.

As mulheres continuam a ser a esmagadora maioria das pessoas centenárias, represen­tando 88% do total (76.450 pes­soas), mais 5.475 que no ano anterior. Os homens com idade igual ou superior a 100 anos ul­trapassaram pela primeira vez os 10 mil, com um total de 10.060, aumento de 585 indivíduos em relação a 2020. O número de pessoas que chegam aos 100 anos ou mais no Japão tem cres­cido de forma significativa nas últimas cinco décadas, aumen­to que especialistas atribuem ao desenvolvimento de tecnologias e tratamentos médicos.

Em 1963, quando se realizou o primeiro estudo, os japoneses com mais de 100 anos eram ape­nas 153. Em 1998, esse número atingiu os 10 mil, alcançando 30 mil em 2007, até superar os 50 mil cinco anos mais tarde. A japonesa Kane Tanaka, com 118 anos, é hoje a mulher mais velha do país, tendo sido reco­nhecida como a mais velha do mundo pela associação norte-a­mericana Gerontology Research Group (GRG).

Por sua vez, o homem mais velho do Japão é Mikizo Ueda, com 111 anos. O envelhecimen­to da população é um dos gran­des desafios para o país, com taxa de natalidade em constante declínio, causando preocupa­ções sobre as perspectivas eco­nómicas e a mão de obra. Em 2020, a esperança de vida no arquipélago atingiu recorde para ambos os sexos.

Chegou a 87,74 anos para as mulheres e 81,64 para os homens, segundo dados divul­gados em julho pelo Ministé­rio da Saúde japonês. Por pre­feitura, Shimane (oeste) tem o maior número de pessoas cen­tenárias por 100 mil habitan­tes (134,75), seguido de Kochi (126,29) e Kagoshima (118,74). A média nacional é de 68,54 por 100 mil habitantes.

Deixe o seu comentário:

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com