Judocas do projeto Rumo ao Pódio completam cronograma de 2020 e visam 2021 com competições e títulos

0
28

O ano de 2020 foi diferente para todos os setores e o esporte não conseguiu fugir dos efeitos da pandemia do novo corona­vírus. Entretanto, seguindo e respeitando todos os protocolos que foram destinados pelas au­toridades, os judocas do projeto Rumo ao Pódio III, proposto pela Associação de Judô Corpore Sano/SME Ribeirão Preto, treinaram duro e conse­guiram completar o cronogra­ma de atividades proposto.

Com treinos diários em dois períodos, os judocas trabalha­ram a parte física no período da tarde e as técnicas do judô em treinos noturnos. De acordo com Lucas do Carmo, prepara­dor físico do projeto, manter o ritmo de treinos, mesmo sem competições previstas, é essen­cial para um atleta.

“Nós retornamos aos treina­mentos no mês de agosto. Fize­mos avaliações especificas para entender a situação de cada um e depois fomos direcionando o programa de treinos mais indi­cado para cada judoca. Sabía­mos que não teríamos compe­tições pela frente e isso faz com que os treinos se tornem ainda mais importantes. Nossos atle­tas estiveram muito focados em cada sessão de treino, isso mos­tra o nível de comprometimento e interesse de cada um. Espera­mos que as competições retor­nem em 2021 e, se retornarem, temos certeza de que teremos muitos campeões”, afirmou o preparador.

Além dos treinamentos co­muns, os judocas da Corpore Sano também participaram de diversas palestras, cursos e ho­menagens realizadas de forma remota. Segundo Cleber do Car­mo, coordenador da Corpore Sano e principal responsável do Rumo ao Pódio, essas atividades complementares foram muito importantes para a formação in­telectual dos atletas.

“A nossa intenção com o Rumo ao Pódio não é só formar grandes judocas, mas também grandes cidadãos. O pilar do nosso método de ensino é o de­senvolvimento do ser humano.

Durante esse momento de pan­demia, conseguimos conciliar os treinos com palestras importan­tes, cursos que vão fazer parte da vida desses atletas dentro e fora do esporte, e cerimônias impor­tantes dentro da modalidade. Nosso lema é trabalhar sempre e independente de tudo o que aconteceu em 2020, nós conse­guimos trabalhar duro e manter o foco do nosso projeto. Tenho certeza que em 2021 teremos judocas ainda mais cascas-gros­sas”, disse Cleber do Carmo.