Junqueira desiste de “lutar” para ser candidato e apoiará Chiarelli

0
526

Anuncio foi feito nesta sexta-feira; na mesma data o pré-candidato teve negado pelo TRE o recurso em que pedia o registro de sua candidatura pelo Tribunal

O empresário Rodrigo Junqueira (PSL) desistiu de tentar viabilizar sua candidatura a prefeito pelo partido. Nesta sexta-feira (30) ele anunciou que em função do que chama de perseguição politica interna no partido, desistia de tentar disputar a eleição para prefeito, marcada para o próximo dia 15 de novembro.

Há dois meses um racha interno no Partido Social Liberal (PSL) de Ribeirão Preto sobre quem apoiar nas eleições municipais deste ano foi parar na justiça. Isso porque os dois grupos que disputam o comando da legenda foram autorizados a realizar suas convenções e inscrever suas chapas. O primeiro grupo é liderado pelo empresário Rodrigo Junqueira que se define como bolsonarista. Ele desejava disputar a prefeitura, mas foi destituído da direção da legenda pela Executiva Estadual do PSL no dia 4 de setembro.

O segundo grupo é liderado por Caio Fernando dos Santos, popularmente conhecido por Caio Abraham. Antigo assessor de Junqueira ele foi colocado como presidente da legenda na cidade pela executiva estadual, depois do partido desistir de candidatura própria nas eleições municipais deste ano. Em vez de lançar Junqueira, o grupo de Caio optou por fazer coligação com o MDB e apoiar a candidatura de Cristiane Framartino Bezerra à prefeitura. O grupo indicou o capitão da Polícia Militar Edilson Del Vechio Filho como vice.

Para viabilizar sua candidatura Junqueira recorreu a justiça eleitoral, mas em várias tentativas acabou não tendo seus argumentos jurídicos aceitos. A mais recente decisão contrária foi dada pelo TRE nesta sexta-feira que negou o recurso do pré-candidato para ter seu registro de candidatura aceito.

No comunicado divulgado a imprensa Junqueira e a ala denominada Bolsonarista do PSL de Ribeirão Preto declarou apoio oficial a Fernando Chiarelli (Patriotas) candidato a prefeito nas eleições deste ano. Vale lembrar que a candidatura de Chiarreli, pelo menos até o fechamento desta reportagem, estava indeferida aguardando julgamento de recurso. Os dados são da plataforma divulgacand do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“A ala bolsonarista da sigla preferiu se unir ao Patriota e fazer uma aliança verdadeiramente de direta, ao invés de apoiar partidos e políticos que participam da destruição da cidade há décadas. Com o apoio, a ala de Junqueira acredita que Chiarelli renovará a política de Ribeirão Preto, acabando com os cabides de emprego, colocando pessoas técnicas e qualificadas para gerir as Secretarias Municipais, enxugando a máquina pública e, principalmente, combatendo a corrupção”, diz o texto

Segundo Rodrigo Junqueira é preciso livrar Ribeirão Preto dos escândalos de corrupção e fazer uma devassa em todos os contratos vigentes da Prefeitura. “Os nossos planos de governo têm muitos pontos em comum em diversas áreas e, por isso, o nosso apoio é do Sr. Fernando Chiarelli,” afirmou.

Comentários