Portal de transparência dos combustíveis
O vereador Fabiano Guimarães (DEM) apresentou um projeto de lei para obrigar os postos e as distribuidoras de combustíveis a manter um “portal da transparência”, subordinado à fiscalização da prefeitura, com informações sobre a origem e a qualidade dos produtos, principalmente da gasolina. Sabe-se que em muitos se­tores deste país há gasolina misturada com solvente e com per­centuais de etanol anidro que superam os índices previstos em lei, além de outros tipos de componentes que prejudicam o funcio­namento do veículo. A lei é essencial para deixar patente que tipo de combustível o consumidor está comprando. O prefeito Duarte Nogueira (PSDB) vetou a lei, mas a Câmara derrubou o veto e o caso deve ser decidido pelo Tribunal de Justiça.

Sempre às sextas-feiras
Consumidores de etanol, principalmente às sextas-feiras, afirmam que o combustível vendido precisa ser fiscalizado para se consta­tar se tem mais água do que o normal. Quem controla a média de consumo garante que na semana seguinte o gasto é muito maior, mesmo com quilometragem reduzida. Acreditam que o combus­tível esteja “bento de tanto água”. Eles sabem que o pessoal da Agencia Nacional de Petróleo (ANP) não faz fiscalização em vés­pera de feriado e nem aos sábados e domingos.

Transerp vai autorizar conversão para a Jerônimo
A conversão de quem chega da praça Amim Antonio Calil para acessar o Pronto Socorro Central, Estação Rodoviária e outros setores importantes da cidade será autorizada pela Transerp. A sinalização está sendo preparada e as medidas acautelatórias para se evitar atropelamentos de pedestres serão tomadas.

Recape até a Caramuru
Foi autorizado um recape da Jerônimo Gonçalves, da Sergipe até a rua Caramuru, com sinalização de solo e semáforos mais modernos. Houve um acordo entre a Transerp e a Secretaria de Infraestrutura para se agilizar a obra, garante Antonio Carlos de Oliveira Júnior, superintendente da companhia de tráfego.

Comentários