Larga Brasa

0
50

Saidinha do Dia dos Pais
No último final de semana houve uma série de furtos e roubos na região da chamada “Baixada” – Jerônimo Gonçalves, Esta­ção Rodoviária, Praça Francisco Schimit e adjacências. Cresceu o número de furtos de carteiras e celulares, além de roubo de veículos (bandidos forçaram a colisão com carro roubado para forçar o motorista a parar). Também teve perseguição a traba­lhadores que ousaram caminhar nas proximidades da antiga Cervejaria Antarctica, área que está hoje abandonada e acoi­tando bandidos.Um cidadão que passava pelo local perguntou a um senhor simples que dormia sob uma marquise qual seria o motivo daquela movimentação bandida. Ele respondeu de for­ma simples: “O senhor não sabe? Ontem foi Dia dos Pais, dia da saidinha das cadeias para a comemoração…”

Quem avisa amigo é
Há meses comentamos nesta coluna que havia um problema de manipulação de resultados de jogos de futebol na divisão da qual participa o Batatais. Juram os batataenses que o clu­be não tem nada a ver com o problema, mas pessoas ligadas à direção do “Fantasma” seriam as acusadas. O assunto era motivo de comentários nos mais diferentes pontos de bate­-papo da cidade. A nossa imprensa à época nada falou. Agora, o jogo com o Comercial foi cancelado e o Leão do Norte ga­nhou os pontos. Seria bom um pouco de jornalismo investiga­tivo para que não se caia na esparrela duas vezes.

E agora, José? E agora, Transerp?
O presidente da República suspendeu a utilização de radares móveis nas estradas federais. Na Câmara, alguns vereadores perguntavam sobre a situação da Transerp, que usa deste expediente na maioria das vezes e cujos resultados mantêm aquela empresa ainda ativa. Se acabar com a “industria da multa”, como vai ficar a Transerp? Aguardem.

Comentários