Larga Brasa

0
44

Secretaria da Saúde emite nota
A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio de sua assessoria de imprensa, enviou nota a esta coluna para esclarecer a questão abordada a respeito das am­bulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Diz o texto:
“Em 2017 foi realizada análise técnica em que foi comprovado que os gastos de custeio da referia ambu­lância, composto sobretudo por horas extras, cerca de R$ 1,4 milhão por ano, ultrapassava a verba recebida pela habilitação do Ministério da Saúde. Informa ainda que a complementação dos valores era efetuada por meio do orçamento do município. Esclarece ainda que essa era a segunda equipe para o horário noturno.
Por fim , informa ainda que Ribeirão Preto conta hoje com uma frota de ambulâncias renovada em 100% com a substituição de 18 ambulâncias, melhorando a qua­lidade de atendimento e aperfeiçoamento, além da ex­pansão da capacidade operacional em especial na aten­ção a urgências”.

Aeroporto internacional no ‘Dia de São Nunca’
Começam as desculpas para prorrogar a internaciona­lização de fato do Aeroporto Leite Lopes. Agora, inven­taram a questão de dois módulos, um de Ribeirão Preto, englobando municípios de nossa região, e outro de São José do Rio Preto, com abrangência de cidades daquela área. Somente depois das privatizações é que teremos as definições, contando com empresas particulares para a administração conjunta com o Departamento Aeroviá­rio do Estado de São Paulo (Daesp).

Façam seus jogos
O vice-governador é quem está organizando as áreas de influências sobre os aeroportos e a própria privatização. Rodrigo Garcia é de São José do Rio Preto. Quem qui­ser apostar que o Leite Lopes não será concretizado e o de Rio Preto será aquinhoado com as bênçãos do poder, que façam seus jogos, meus senhores.

Só depois de novembro
A internacionalização do Leite Lopes é uma novela cujos capítulos ficam mais evidentes e as promessas mais laten­tes quando das eleições. Neste ano, teremos eleições mu­nicipais em outubro e a promessa é de que os estudos fi­quem prontos em novembro. Quem acreditar em “Mula sem Cabeça”, “Saci Pererê”, “Papai Noel” e outros votem nos promessinhas da esfera estadual. Só acredito vendo…