Larga Brasa

0
40

Majoração dos preços dos medicamentos
O governo federal já havia autorizado a adequação de preços dos medicamentos a partir de 1º de abril, mas prorrogou o prazo para a última segunda-feira, 1º de junho. Agora, muitas farmácias estão adequando os valores com base em tabela na­cional e a majoração conforme a inflação. Difícil é estabelecer quais valores serão acrescidos, já que o a inflação caiu drasti­camente nos últimos meses. Os laboratórios devem praticar os novos preços nos próximos dias, embora exista um projeto de lei na Câmara Federal oferecendo mais prazo para reajuste

Um dia acontecerá
A promessa de que as peças do Plano Diretor estariam pron­tas no mês de novembro de 2019 já foi postergada. Poucos projetos foram analisados e colocados na lista do Legislativo, embora os senhores vereadores já tenham dado acordo tácito com uma votação que aprovou tais leis, faltando a homologa­ção. Só faltou colocar uma palavrinha em latim que preserva­ria a autonomia da Câmara. “Ad referendum”, isto é, somente seria válida a lei que tivesse o aval explicito dos parlamen­tares. Os legisladores deverão engolir “sapo como se fosse azeitona”. E nós ficamos, mais uma vez, sem a regulamen­tação necessária para vários itens determinantes para nosso progresso. Um dia isto haverá de acontecer.

Aeroporto Leite Lopes
O mesmo acontece com as promessas de implantação do Aeroporto Internacional Leite Lopes. Sabem quando irá ser concluído? “Quando o soldado da Revolução Constituciona­lista soltar a granada que segura há muitos anos na praça XV de Novembro”, dizia um combatente da Revolução de 1932, cansado das promessas não cumpridas.

O monumento
O monumento é em homenagem aos que se sublevaram para exigir uma Constituição para o país, daí Revolução Constitu­cionalista cujo marco é o dia 9 de julho . O autor do projeto e da execução foi o arquiteto paulista Luigi Emmendabili. Havia uma comissão encarregada de gerir a construção do marco e houve polêmica entre o arquiteto e os membros da comis­são por vários motivos. Um deles era a posição anterior, cujo braço estava mais acertado para o lançamento da granada. Luigi disse que queria fazer um libelo contra as guerras e re­voluções e não ensinar a lançar granadas. É o que os livros não explicam.