Larga Brasa

0
53

Por onde andam os bombeiros do Daerp?
O Departamento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto (Daerp) sempre contou, dentre seus empregados, com a figura do bom­beiro, que cuidava das bombas e poços artesianos bem como dos reservatórios. Ligavam e desligavam as bombas, cuidavam da parte elétrica e dos “booster” para a água atingir aos pon­tos mais altos e impedir que larápios furtassem equipamentos e fios. Afinal, naquele tempo já existiam “amigos do alheio” que tentavam tais furtos.

Outrora
A polícia outrora era bem operante e prendia quem assim pro­cedia, bem como aos que compravam produtos de furtos, os chamados receptadores ou “intrujões”. Atualmente, o número de larápios que roubam fios de cobre para suprir a necessi­dade de tóxico, principalmente de crack, aumentou significa­tivamente e as bombas e reservatórios do Daerp são vítimas constantes.

Os bombeiros
Os bombeiros que outrora ficavam diuturnamente em suas funções e, pelo que se depreende, não permanecem mais nos locais de importância no fornecimento do precioso líquido. Quase todo dia o Daerp vem a público se justificar que vários bairros deixarão de ser atendidos com o fornecimento de água por conta de furtos e estragos, até em bombas por conta de curto circuitos com prejuízos significativos para o município.

Impedimento
A polícia não tem conseguido impedir que tais fatos acon­teçam por várias razões já explicadas constantemente, e se o faz não consegue impedir os furtos e o comércio em sua totalidade. O Daerp deve voltar com os bombeiros para que a população tenha mais segurança e garantia de abastecimen­to e para que não tenhamos tantos prejuízos quanto temos atualmente. Os bombeiros, com horas extras e outros direitos, ficariam mais em conta do que o valor atual do prejuízo.

Comentários