Larga Brasa

0
37

Via de mão dupla
O professor Domingos Alves, da Universidade de São Paulo (USP), quando ouviu que a cepa modificada do coronavírus poderia vir de Araraquara e outras cidades para Ribeirão Preto, disse: “Ninguém tem certeza se ela não foi de Ribeirão Preto para aquelas cidades…” Ele tem sido ouvido por autoridades de vários países. Tem também sido crítico de diversas ações apli­cadas no combate à covid-19. Municípios vizinhos estão em lockdown para preservar a população.

Situação complicada
A ocupação de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e de enfermaria em Ribeirão Preto está perto de um colapso e sem condições de abrigar mais pessoas do que está receben­do. Os próprios especialistas do setor de saúde estão esgota­dos, trabalhando dia e noite sem descanso.

Plano São Paulo
Muitos estão envolvidos no trabalho de salvamento das vi­timas da covid-19 e acreditam que não teremos condições de manter as condições do Plano São Paulo, atualmente na fase laranja, por muito tempo. Uma nova reclassificação deve ser anunciada nesta quarta-feira (24) e o governo João Doria (PSDB) acena com a possibilidade de endurecer as medidas restritivas.

“Lockdown”
Alguns mais incrédulos acreditam que poderemos ter um “lo­ckdown” em breve por aqui também. Os países mais desenvol­vidos somente conseguiram reduzir o índice de contaminação com medidas drásticas, sem facilidades, para que houvesse menos mortes e internações. É o caso da Austrália, que redu­ziu a zero o índice de contaminação, e da Tailândia, que man­tém 0,004% a taxa de transmissão. Enquanto não chegar a vacina em numero suficiente para salvaguarda da maior parte da população, teremos muitos problemas.