Larga Brasa

0
30

‘Aqui o filho chora e a mãe vê’
Voluntários de entidades sociais que direcionam seus trabalhos para a periferia têm comentado sobre as dificuldades da popu­lação mais carente, principalmente as famílias com crianças e idosos, neste tempo de pandemia. Uma senhora que gravou um depoimento dizia, entre lágrimas, que dentro das quatro mal ajambradas paredes os filhos “choram e a mãe vê”.

Coletando doações
É de cortar o coração, dizia o cidadão de meia idade que revira a cidade tentando fazer o possível e o impossível para ajudar com o pouco que consegue arrecadar através de ações via in­ternet e também diretamente com comerciantes.

Grande mutirão
Jovens que arriscam suas vidas para levar mantimentos para as comunidades (favelas) sugerem que se faça um grande mutirão, chamando para a ação social a iniciativa privada e os órgãos públicos para uma abrangência maior na ação solidá­ria. Fica a sugestão.

Semas
Procuramos a Secretaria Municipal de Assistência Social (Se­mas) e o pessoal que procura agilizar a entrega das cestas para os inscritos nos programas da pasta. Fomos informados que houve uma série de mudanças nos critérios de distribui­ção. A secretaria está priorizando a entrega de cestas para fa­mílias para abrangência maior do benefício. Tal mudança tem provocado reclamações.