Messi, Cristiano Ronaldo e Van Dijk disputam prêmio da Uefa

0
20

A Uefa anunciou nesta quinta-feira que o argentino Lionel Messi, o português Cristiano Ronaldo e o ho­landês Virgil van Dijk são os três finalistas ao Prêmio de Jogador do Ano. Além disso, ao apontar os atletas que fi­caram entre os dez primeiros colocados, revelou que o bra­sileiro Alisson terminou em quaro lugar.

Messi foi indicado ao prê­mio após ser o artilheiro da Liga dos Campeões, com 12 gols marcados, além de ter faturado o título do Campeo­nato Espanhol, o seu décimo pelo Barcelona, sendo que foi 36 vezes às redes.

Cristiano Ronaldo concor­rerá depois de faturar o título da Liga das Nações pela sele­ção portuguesa e ao vencer o Campeonato Italiano na sua primeira temporada pela Ju­ventus. E Van Dijk conquistou a Liga dos Campeões pelo Li­verpool, sendo eleito o melhor jogador da decisão, além de ter sido finalista com a Holanda da Liga das Nações.

A entrega do prêmio pela Uefa ocorrerá no dia 29, mes­ma data em que a entidade vai realizar o sorteio dos gru­pos da Liga dos Campeões da Europa, em Montecarlo. E o escolhido sucederá o croata Luka Modric, do Real Ma­drid, que foi o vencedor no ano passado.

A seleção dos finalistas se deu a partir de um júri com­posto por 80 treinadores dos clubes participantes da Liga dos Campeões e da Liga Eu­ropa, além de 55 jornalistas de cada uma das federações filiadas à Uefa. Cada um de­les elegeu três nomes, dando as pontuações cinco, três e um. E os técnicos não po­diam votar em jogadores de suas equipes.

Vencedor da Liga dos Campeões pelo Liverpool e também recentemente da Copa América pela seleção brasileira, Alisson foi o quar­to colocado com 57 pontos, seguido pelo senegalês Sadio Mané e pelo egípcio Moha­med Salah, seus companhei­ros de Liverpool, com 51 e 49 pontos, respectivamente.

E a relação dos dez pri­meiros foi completada pelo belga Eden Hazard, recém­-adquirido pelo Real Madrid junto ao Chelsea, os holande­ses Matthijs de Ligt e Frenkie de Jong, empatados em oi­tavo lugar e que trocaram o Ajax por Juventus e Barcelo­na, respectivamente, e pelo inglês Raheem Sterling, do Manchester City.

Comentários