A respeito das mensagens e vídeos que circulam na internet, baseadas em um perfil falso criado no WhatsApp, que envolvem secretários do Ministério da Saúde, associações médicas e hospitais privados, sobre telemedicina, a pasta esclarece que solicitou, hoje, 11 de fevereiro, providências à Polícia Federal.

O pedido tem o objeto de buscar a apuração completa dos fatos, inclusive para que se esclareça a origem das mensagens, bem como sua respectiva disseminação.

Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315.3580

Comentários