RUBENS CHIRI/SPFC

O zagueiro Miranda, que deixou a partida contra o Atlético-MG com dores mus­culares, passou por exames na manhã desta segunda-fei­ra e teve diagnosticado um estiramento na região poste­rior da coxa esquerda. O São Paulo informou que ele ini­ciou o tratamento no Reffis e será monitorado pelo depar­tamento médico.

O clube não estipula um prazo para o retorno do ex­periente zagueiro, mas con­tusões desse tipo costumam demandar ao menos três se­manas de tratamento. Certo é que Miranda não estará em campo contra a Chapecoen­se, quarta-feira, às 19 horas, no Morumbi, em duelo da quarta rodada do Campeo­nato Brasileiro.

O veterano, de 36 anos, precisou ser substituído após uma disputa de bola com o atacante Hulk. O defensor passou por atendimento mé­dico ainda no gramado, mas acabou saindo. Sem Miranda e também Arboleda, que está com a seleção equatoriana na Copa América, Hernán Cres­po deve utilizar o jovem Die­go Costa. Isso se mantiver a linha com três zagueiro. Caso contrário, pode repetir o que fez diante do Atlético, usar Igor Vinícius e adiantar o ar­gentino Rigoni.

O meio-campista argenti­no Martín Benítez, por outro lado, iniciou os trabalhos de transição com a preparação física e avançou em sua re­cuperação da lesão no adutor da coxa esquerda, que o dei­xou fora dos gramados desde o primeiro jogo da final do Paulistão contra o Palmeiras.

Já Luan intensificou os exercícios no campo com a fisioterapia no CT da Barra Funda. O volante não atuou nos últimos quatro jogos em virtude de um edema na região posterior da coxa es­querda. Segundo disse Cres­po, ele está “muito perto” de poder contar com o atleta.

Daniel Alves também se­gue fora em reabilitação de entorse no joelho direito, Hernanes trata de contra­tura muscular no tronco e William trabalha para se li­vrar de um trauma no joelho direito.
Campeão paulista, o São Paulo ainda não venceu no Brasileirão, após três roda­das disputadas. Empatou sem gols com o Fluminense, em casa, perdeu para o Atléti­co-GO (0 a 2) e também foi superado pelo Atlético-MG, por 1 a 0.