Molina assume o Turismo de RP

0
69
FOTO: ALFREDO RISK/ARQUIVO

O ex-diretor de relações institucionais e de competivi­dade da Associação Comer­cial e Industrial de Ribeirão Preto (Acirp), José Eduardo Molina, é o novo secretário municipal de Turismo, em substituição a Edmilson Car­los Domingues. Esta é a 22ª mudança no alto escalão do governo Duarte Nogueira Jú­nior (PSDB) em pouco mais de três anos e meio.

Molina havia deixado o cargo na Acirp no começo de julho. Já Domingues foi co­municado da exoneração na tarde desta segunda-feira, 10 de agosto, pelo prefeito Duar­te Nogueira. Ao Tribuna, afir­mou não saber o motivo da demissão e que não será can­didato a vereador nas eleições de novembro deste ano – foi transferida por causa da pan­demia de coronavírus.

A publicação da exone­ração de Edmilson Carlos Domingues e a nomeação de José Eduardo Molina foram publicadas no Diário Oficial do Município (DOM) desta segunda-feira (10). “Edmilson Domingues atuou na pasta du­rante três anos, realizando um dedicado trabalho ao municí­pio”, diz nota oficial da prefeitu­ra de Ribeirão Preto. Antes de ocupar o cargo na Acirp, onde ficou por aproximadamente seis anos, Molina foi regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).

Também foi gestor do Ar­ranjo Produtivo Local (APL) da Saúde de Ribeirão Preto e Região e atuou no Fórum de Desenvolvimento da Cidade na busca de investimentos privados para Ribeirão Preto. No setor privado, atuou no sistema financeiro e empreen­deu por mais de dez anos na área de eventos empresariais e institucionais.

Prestou serviços de consul­toria e organização de eventos para Confederação Nacional da Indústria (CNI), Federação da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp), CPFL Paulista e Petrobras, entre outros. É for­mado pela Faculdade de Con­tabilidade, Economia e Admi­nistração da Universidade de São Paulo (FEA/USP) em Eco­nomia e Ciências Contábeis. Tem especialização em várias áreas, inclusive pela fundação Getúlio Vargas.

Dança das cadeiras
Já são 22 alterações na gestão tucana – treze baixas e nove remanejamentos. As últimas mudanças no secreta­riado Duarte Nogueira Júnior (PSDB) ocorreram em 29 de maio, quando Ricardo Aguiar deixou a Secretaria Municipal de Esportes (SME) e foi subs­tituído por Marcos de Melo Pacheco, técnico do Vôlei Ri­beirão, e 29 de abril, quando Renata Côrrea Gregoldo dei­xou a presidência do Fundo Social de Solidariedade, e Mô­nica da Costa Noccioli saiu da Superintendência da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

Mariana Jábali assumiu o Fundo Social e Domingos An­tonio Fortuna Filho substituiu Mônica da Costa Noccioli na GCM. Antes, em 22 de janei­ro, a advogada e procuradora Jéssica Helena Rocha Vieira Couto foi nomeada secretá­ria municipal de Negócios Jurídicos no lugar de Ângelo Roberto Pessini Junior, que deixou o cargo para se dedi­car integralmente ao escritó­rio de advocacia.

Em 16 de dezembro do ano passado, Renata Corrêa Gregoldo assumiu a presidên­cia do FSS em substituição à ex-primeira-dama e advogada Samanta Pineda. Também dei­xaram o governo tucano Gua­tabi Bernardes Costa Bortolin (Companhia de Desenvolvi­mento Econômico de Ribeirão Preto, Coderp), Suely Vilela e Luciana Andrade Rodrigues e (Educação), Otávio Okano (meio Ambiente), Alexsandro Fonseca Ferreira (negócios Ju­rídicos), José Carlos Ferreira de Oliveira Filho (Cultura) e Ruy Salgado Ribeiro (Planeja­mento e Gestão Pública).

Chegaram Aurílio Sér­gio Costa Caiado (Coderp), Marine Oliveira Vasconcelos (Administração), Felipe Elias Miguel (Educação), Alberto José Macedo Filho (Governo), Sônia Valle Walter Borges de Oliveira (Meio Ambiente), Luís Eduardo Garcia (Infraes­trutura), Guido Desinde Filho (Assistência Social), Isabella Pessotti (Cultura), Edson Ga­lan Mielli (Coordenadoria de Limpeza Urbana, a CLU), Nil­son Rogério Baroni (Compa­nhia Habiatcional Regional, a Cohab-RP) e Rennata Bianco (Coordenadoria de Comuni­cação Social, a CCS).

Alguns secretários acu­mulavam duas pastas, como o próprio Ângelo Pessini (Ad­ministração e Negócios Jurídi­cos), Nicanor Lopes (Governo e Casa Civil, onde permanece) e Pedro Luiz Pegoraro (Infra­estrutura e Obras Públicas, ainda sob seu comando), e outros foram remanejados de cargo, como Alexandre Beta­rello (deixou a Infraestrutura e a CLU e hoje está no Depar­tamento de Água e Esgotos, Daerp), o vice-prefeito Carlos Cezar Barbosa (saiu da As­sistência Social), o jornalista Guto Silveira (deixou a CCS e foi para o Daerp) e Edsom Or­tega Marques (estava na Coha­b-RP e hoje é secretário de Pla­nejamento e Gestão Pública).

Comentários