Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, reconheceu na tarde desta quinta-feira, 7, que a prioridade do governo do presidente Jair Bolsonaro é a reforma da Previ­dência. Para Moro, o projeto de lei anticrime, apresentado por ele no começo da semana, pode tra­mitar no Congresso em paralelo às mudanças na aposentadoria.

“Não vejo como anticrime contaminar a Previdência”, disse o ministro. “Os dois projetos podem ser tratados em paralelo. Isso apenas demonstra o empenho do governo do presidente Jair Bolso­naro em tratar estas duas questões que são as principais que afligem a população brasileira”. De acordo com Moro, o projeto anticrime será analisado por Bolsonaro quando ele receber alta médica.

Comentários