Morte de motorista no rodeio em Pontal é investigada

0
153
rede social

Familiares registraram BO no plantão da Polícia Civil em Sertãozinho 

 

A morte do motorista Antonio Carlos Silva, 42, na madrugada deste sábado (15) depois de desentendimento com seguranças no Pontal Rodeo Festival, realizado no Largo do Ginásio Adib Damião, no Jardim Residencial, é investigado pela Polícia Civil de Sertãozinho.

A enteada da vítima declarou no registro do boletim de ocorrência (BO) que teria visto seu padrasto sendo agredido por três seguranças com chutes e socos.
 
Ainda, conforme depoimento da testemunha, o motorista teria sido expulso do recinto.

E as agressões teriam continuado, no lado de fora, quando mais seis seguranças teriam participado.

A vítima foi algemada e colocada em uma ambulância do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levada para a Santa Casa do município, onde não resistiu e morreu. A vítima, ainda segundo a família, tinha sinais de algemas nos dois braços.

Uma outra versão foi divulgada, segundo a qual, um guarda civil municipal, que se encontrava dentro da viatura na parte externa do evento, relatou à Polícia Civil ter visto os seguranças colocando Antônio Carlos para fora, sendo que ele estaria tentando retomar para o recinto da festa. 

A vítima, então, teria caído no chão e batido com a cabeça na guia da sarjeta. 

O guarda municipal disse também que a vítima teria sido imobilizada pois não estaria permitindo o atendimento dos socorristas do SAMU. E, que também teria utilizado um pedaço de madeira contra os seguranças, que foi apreendido. 

Registrado no BO que Silva já seria conhecido pelos policiais por ser usuário de drogas e envolvimento em brigas. 

O corpo do motorista foi trasladado para necropsia no IML (Instituto Médico Legal) de Ribeirão Preto.

A ocorrência foi registrada como morte suspeita no plantão da Polícia Civil de Sertãozinho.

Comentários