O desafio de André Trindade

0
141
FOTOS: ALFREDO RISK

O vereador André Trin­dade (DEM), que tem forte atuação no setor esportista, principalmente no futebol, vai ter que mostrar que é bom de bola. Escolhido pelo prefeito Duarte Nogueira (PSDB) para ser o líder do governo na Câmara de Vere­adores, ele preside o diretório municipal do Democratas em Ribeirão Preto e tem como nova missão fazer o meio de campo entre os interesses da administração municipal no Legislativo e os outros 26 parlamentares, reconhecida­mente, em sua maioria opo­sicionistas ao atual governo.

Em entrevista ao Tribuna o parlamentar afirma que sem­pre investiu na “construção de pontes e não de muros” e que está preparado para a missão. André foi o principal líder da torcida do Botafogo por mais de 15 anos e a transformou em uma associação, que possibili­ta trabalhos sociais e comuni­tários, com jovens, crianças e com grupos de 3ª idade. Tam­bém foi presidente do Polies­portivo do Botafogo, membro do Conselho Deliberativo e di­retor do clube e apresenta um programa, com ênfase para o futebol amador, em uma emis­sora de TV de Ribeirão Preto.

Tribuna Ribeirão – O que o levou a aceitar o convite do prefeito Nogueira para ser o líder do Governo na Câmara?
André Trindade – Primei­ro a vontade de contribuir mais com a cidade nos temas mais importantes, depois por acreditar que este governo terá condição de atender parte significativa das expectativas da população nos próximos anos. E também para cumprir um papel para o qual acredito ter vocação que é o de ampliar o diálogo entre Executivo e o Legislativo. Ribeirão Preto tem enormes desafios e de­mandará nosso esforço em diversos assuntos que possam trazer as soluções para o pre­sente e a garantia do futuro que se apresenta e se espera.
Da minha parte os vere­adores, o governo e a socie­dade podem contar com a minha simplicidade, humil­dade e dedicação para que possamos ter uma excelente oportunidade de confrontar e convergir pensamentos, respeitando plenamente o posicionamento de cada um.

Tribuna Ribeirão – O se­nhor é tido com conciliador e ponderado por seus cole­gas. Em que isso pode lhe ajudar nesta função?
André Trindade – Eu sem­pre procurei construir pontes e não muros. Com simplicida­de e serenidade coloquei meu relacionamento com os atores da política, me pautando pela sinceridade e respeito à atua­ção de cada um, e cumprindo minha palavra naquilo que as­sumo de compromisso. Tudo isso gera um fator positivo que é o bom trânsito, e assim pretendo continuar para que as coisas caminhem da me­lhor forma
.
Tribuna Ribeirão – O Governo passou dois anos sem ter um líder na Câma­ra. Que avaliação o senhor faz deste período?
André Trindade – Creio que os desafios de início de Governo em uma cidade combalida, fizeram com que o prefeito assumisse o ônus sozinho das medidas neces­sárias, porém vistas como impopulares. Acredito que mesmo assim conseguiu aprovar na Câmara temas importantes. Cada um no seu momento deu a sua colabo­ração para seguir com alguns temas. Agora precisamos avançar com a função oficial que me foi designada.

Tribuna Ribeirão – Um dos grandes desafios da Administração este ano diz respeito ao IPM e ao projeto que pretende criar um teto para as futuras aposentado­rias de servidores contrata­dos a partir da aprovação da lei. O que o senhor acha deste projeto?
André Trindade – Com tudo que vivemos no país e nos estados no que tange a responsabilidade e desequilí­brio fiscal, é um tema da mais importante relevância e me­didas urgentes precisam ser tomadas, para que possamos ter a garantia do futuro e das próximas gerações. No mu­nicípio não é diferente, todos deverão se enquadrar daqui pra frente em novos mode­los, pois o que aí está não será sustentável por muito tempo. Talvez o próprio cenário na­cional desperte a consciência de todos de quanto esse as­sunto é importante.

Tribuna Ribeirão – Parte dos vereadores reclama da falta de diálogo do governo com o Legislativo. Como re­solver isso?
André Trindade- Isso começou a se resolver com o próprio gesto do prefeito em nomear um líder, isso vai fa­cilitar a interlocução em via de mão dupla para que pos­samos avançar nos temas da nossa cidade.

Tribuna Ribeirão – Hou­ve alguma reivindicação de sua parte para aceitar o a função de líder do governo?
André Trindade -As rei­vindicações são no sentido de estabelecer uma zona de con­fiança entre prefeito e os vere­adores. Tanto na atenção e nos anseios de cada parlamentar no que for bom para a cidade. Caminhar de forma harmô­nica e cumprindo os prazos e compromissos assumidos­facilitará o meu trabalho e também estabelecerá maior proximidade, sem perder a independência dos dois pode­res. Todos podem contribuir para uma cidade melhor.

Tribuna Ribeirão – O se­nhor tem forte atuação jun­to ao esporte, especialmente ao Botafogo. Como analisou a proibição da venda de be­bida alcoólica nos estádios da cidade?
André Trindade – É um tema que estou debruçado fazendo força pra cima, ou seja, procurando deputados e especialistas do Ministério Público para reverter esta si­tuação. Já avançamos e acre­dito que teremos sucesso. É bom lembrar que a violência está na sociedade, no cidadão e não na cerveja que é consu­mida nos jogos que têm du­ração de duas horas apenas.

Tribuna Ribeirão – Em relação ao esporte amador, área que o senhor atua. Como dar mais visibilidade esta atividade?
André Trindade – No campo pessoal tenho um pro­grama de TV que tem tentado cumprir esse papel. O futebol amador faz parte da cultura da cidade, gera oportunida­des de lazer, entretenimento e integração dos bairros e das pessoas. Tenho percebido que a cada ano ele está melhor, merece e precisa ser incenti­vado por todos.

Comentários