O primeiro mandato de Matheus

0
113
FOTOS: THAISSA COROADO

Com a maioria de seus votos oriundos da região Sudeste da cida­de, o vereador Matheus Moreno se elegeu nas eleições do ano passado com 1.809 votos para exercer seu primeiro mandato. Nas eleições de 2016 ele acabou ficando na suplência pelo seu partido, o MDB.

Apesar de novato no Legislati­vo, Moreno foi eleito como um dos membros da Mesa Diretora do Le­gislativo e ocupa a primeira secreta­ria daquela Casa de Leis.

Natural de Ribeirão Preto Ribei­rão Preto e graduado em Comércio Exterior pelo Centro Universitário Barão de Mauá, Matheus já ocupou vários cargos na Associação de Bair­ro e Moradores da Comunidade do Jardim São José e na Associação Co­munitária e Cultural do Complexo Urbano Sudeste.

Em 2014 chegou a presidência da Associação de Moradores do bairro do Jardim São José, cargo para o qual foi reeleito. Também foi assessor par­lamentar na Assembleia Legislativa Paulista, cargo do qual se desincom­patibilizou para ser candidato a ve­reador nas eleições do ano passado.

 

Tribuna Ribeirão – O senhor está em seu primeiro mandato. Como avalia a sua eleição?
Matheus Moreno – Avalio como resultado de um projeto político-co­munitário sonhado há 35 anos pelo Complexo Urbano Sudeste, área da cidade onde milito, que represento e na qual tenho a confiança de mo­radores que identificaram em mim uma liderança. É um projeto pesso­al construído em oito anos, que me exigiu muita dedicação para chegar onde estou: eleito em 2020 para bus­car fazer mais, melhor e diferente. Por isso nosso mote de campanha foi: juventude, trabalho e renovação.

Tribuna Ribeirão – A pande­mia do coronavírus mudou o jei­to de se fazer campanha. Como o senhor fez para que suas ideias e proposta chegassem ao eleitor?
Matheus Moreno – Foi com muita criatividade, suor e nova ideias. Tivemos publicamente re­conhecida, a mais barata campanha político-eleitoral a vereador da ci­dade. Mas, contamos com o apoio de uma equipe de companheiros e companheiras dedicados, fiéis e le­ais, além do apoio e reconhecimento dos moradores daquela região que me deram mais de 80% dos votos obtidos. A estratégia foi o diálogo de ideias sem promessas, mas com compromisso e comprometimento de trabalho. E, sem dúvida, as redes sociais facilitaram muito a comuni­cação com o eleitor.

Tribuna Ribeirão – Ao que pa­rece ser vereador era um sonho antigo, já que o senhor tentava se eleger desde 2016.
Matheus Moreno – Começa­mos a militar comunitariamente em 2014, como líder do Jardim São José e aos poucos as coisas foram cami­nhando e a própria comunidade me incentivou nesse projeto comunitá­rio de 35 anos que herdei. Um pro­jeto pessoal construído, conforme planejado em oito anos. No primei­ro passo chegamos à suplência, e no segundo a eleição.

Tribuna Ribeirão – O senhor tem uma forte ligação como bair­ros da região Sudeste da cidade, como o Jardim São José. Pode-se dizer que seu reduto eleitoral está nesta região da cidade?
Matheus Moreno – Sim, 80% pelo menos está naquela região. Além disso, é um espaço que já teve também grandes lideranças como Washington Barbosa, Rene Andra­de, Marli Zocal, entre outras, cuja sucessão herdei e tenho procurado honrar. A partir do Jardim São José, inaugurado em 1985, e das comuni­dades que ali existiam sem muita re­presentatividade, começamos a es­crever uma história a qual hoje dou continuidade e que me permitiu chegar à Câmara Municipal, como primeiro representante da região sudeste. Isto, claro, não me aparta do restante da cidade e de seus pro­blemas e demandas, que quero fo­car e enfocar durante o mandato. O objetivo é ampliar nossa representa­tividade com muita sensibilidade e diálogo. Fazer mais e melhor.

Tribuna Ribeirão – O que o se­nhor diria para os eleitores que não o conhecem, já que está em seu pri­meiro mandato. O que a população de Ribeirão Preto pode esperar do vereador Matheus Moreno?
Matheus Moreno – Trabalho, olhar jovem, renovado e que atenda às necessidades e anseios da popula­ção, respeitando a realidade e o que é possível, mas com uma pequena dose de ousadia. Sempre com mui­ta humildade, diálogo e busca pelo bem comum.

Tribuna Ribeirão – Seu partido faz parte das legendas que apoia­ram a reeleição do prefeito Duar­te Nogueira (PSDB) no segundo turno das eleições municipais. O senhor se considera um aliado do atual prefeito?
Matheus Moreno – Minha po­sição é clara e publicamente de independência, sem posição ide­ológica e político-partidária sis­temática. Temos a clareza de que o interesse público e coletivo de toda a cidade vem em primeiro lu­gar, sem que deixe de haver espaço para a ação coletiva partidária de bancada, do grupo de novos e do conjunto de edis na Câmara nesta legislatura. A estratégia e o segre­do para conciliar essa situação é diálogo, sempre, sem abrir mão de nossas convicções.

Tribuna Ribeirão – Na atual le­gislatura a Câmara está mais frag­mentada no que diz respeito aos tamanhos das bancadas. Em sua opinião ter mais partidos no Le­gislativo é bom ou ruim?
Matheus Moreno – A pluralida­de e diversidade são sempre bem­-vindas e certamente qualificam o processo, mesmo que o tornando um pouco mais complexo e desa­fiador. Respeitar as diferenças, com a liberdade de discordar cordial e democraticamente, com lógica e fundamento, na força do bom ar­gumento, é o exercício mais impor­tante e prazeroso do Parlamento. Sem dúvida, e esta experiência eu já possuía na ação na comunidade e encontrei-a mais intensa ainda na rotina e no cotidiano da Câmara Municipal. Tenho encontrado espa­ço para diálogo, debates, discussões públicas e dos diversos grupos que se constituem na ação parlamentar. O contexto de eu ser recém-chega­do, às vezes, me leva a ouvir mais, mas a experiência sóciocomunitária e a qualidade de minha assessoria tem me dado oportunidade de parti­cipar mais ativamente, com reconhe­cimento de nossos pares. Eles, entre outras coisas, nos brindaram com a primeira secretaria, a vice-liderança da bancada e com a presidência de uma comissão permanente.