GOVERNO DE SÃO PAULO

A ocupação de leitos de terapia intensiva em Ribei­rão Preto estava em 94,7% às 20h40 desta terça-feira, 8 de junho. Segundo a plataforma leitoscovid.org, havia pacien­tes internados em 306 das 323 vagas disponibilizadas pelos onze hospitais da cidade e os dois Polos Covid-19.

Na enfermaria, a taxa era de 78,8% no mesmo horário, com 302 dos 383 leitos ocu­pados. No total, a cidade ti­nha 608 pacientes internados na noite de ontem. Alguns leitos deixaram de ser exclu­sivos para a covid-19. Com a onda de alta nas internações, o sistema trabalha no limite. O número de leitos é variável, muda a cada dia de acordo com a necessidade.

Somando todos os hospi­tais públicos da cidade, a taxa de ocupação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) era de 95,6% às 20h40 desta ter­ça-feira, com pacientes inter­nados em 152 dos 159 leitos disponíveis. Na enfermaria, a taxa era de 80,8% (168 pesso­as e 208 vagas).

Ribeirão Preto tinha 19,53 de taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensi­va para cada 100 mil habitan­tes no dia 1º de março. Chegou a 58,86 no dia 28 de abril, no dia 29 bateu em 58,30, no úl­timo dia 30 era de 57,32, em 5 de maio caiu para 52,82, no dia 6 era de 51,98 e em 7 de maio estava em 48,75.