© Behrouz Mehri/Pool via REUTERS

Os atletas japoneses que participarem da Olimpíada de Tóquio não estarão autorizados a receber vacinas contra o novo coronavírus oferecidas pela China, já que o Japão não as aprovou, disse a ministra da Olimpíada, Tamayo Marukawa, nesta sexta-feira (12).

O Comitê Olímpico Chinês ofereceu doses de vacina aos participantes da Olimpíada de Verão deste ano e dos Jogos de Inverno de Pequim de 2022, disse o Comitê Olímpico Internacional (COI).

O anúncio do presidente do COI, Thomas Bach, em uma sessão virtual pegou de surpresa os organizadores dos Jogos de Tóquio, como o executivo-chefe, Toshiro Muto – que não quis comentar a oferta em uma entrevista coletiva concedida após a sessão.

Nesta sexta-feira (12), Marukawa disse não ter havido mudança nos planos dos organizadores de Tóquio para um evento seguro, independentemente de os participantes terem sido vacinados.