Foto: João Camargo

Uma operação do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), foi deflagrada, nesta sexta-feira (6), com o objetivo de identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

Em Ribeirão Preto, com o apoio da Polícia Civil, foram cumpridos mandados judiciais nos bairros Parque das Andorinhas e Jardim Zara. Um computador foi apreendido durante a ação policial.

Ao todo, a operação tem como alvo 137 mandados de busca e apreensão no Brasil e em mais quatro outros países (Argentina, Estados Unidos, Panamá e Paraguai). A ação conta com a participação da Polícia Civil de dez estados, além de agentes de aplicação da lei dos outros quatro países envolvidos.

Nomeada de “Luz na Infância”, a operação já está em sua sétima fase e conta com a colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília (US Immigration and Customs Enforcement-ICE).

Nos Estados Unidos, as medidas estão sendo cumpridas pelos escritórios da HSI nas cidades de Knoxville, Nashville, Dallas, Raleigh e Pittsburgh.

Segundo informações do MJSP, no Brasil, a pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de um a quatro anos de prisão, de três a seis anos pelo compartilhamento e de quatro a oito anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.