Pacote oferece Carnaval na selva

0
44
SAMUEL MELIM/DIVULGAÇÃO

Nem só de confete, ser­pentina, bloquinhos de rua e cerveja vive o folião duran­te o carnaval. Celebrações mais discretas e intimistas, e algumas muito diferentes são possíveis. Uma delas é no Sul da Amazônia, na ci­dade de Alto da Floresta, no Mato Grosso.

Para os quatro dias de fe­riado, o hotel Cristalino Lod­ge, que está situado em uma reserva florestal com mais de 11.000 hectares, oferecerá aos hóspedes happy-hours nas áreas sociais com a presença de músicos tocando o melhor do samba e da bossa nova, além de petiscos. Os encon­tros serão realizados em dois períodos. De noite, ao pé da fogueira e durante o dia, no horário do almoço.

Além da convidativa ex­periência de Carnaval, os turistas que optarem pela “selva” durante os festejos de Momo poderão aproveitar as belezas de um bioma tão rico e encantador quanto a flores­ta amazônica tem um dos pe­ríodos mais bonitos do ano, a “estação verde”.

CRISTIAN DIMITRIUS/DIVULGAÇÃO

Entre os meses de dezem­bro e maio, a floresta se torna mais verde e florida, as orquí­deas, heliconias e bromélias se destacam mais e algumas espé­cies, sobretudo as de macacos e aves, são mais fáceis de serem avistadas. A visibilidade do ar também melhora e a paisagem fica ainda mais bela.

Uma vez no local, não dei­xe de apreciar a vida selvagem. Só de aves, são quase 600 es­pécies já catalogadas e muitas delas raras para a ciência. As duas torres de observação do hotel são ótimos pontos tanto para fotos, quanto para a con­templação da fauna e flora. Ambas possuem 50 metros de altura e estão posicionadas em pontos distintos da reserva. A canoagem, a propósito, é uma excelente pedida, já que o rio está cheio e calmo, bem como as trilhas que ficam mais aces­síveis neste período também.

Informações: (11) 3071- 0104, (66) 3521-2221 ou [email protected] cristalinolodge.com.br | http:// cristalinolodge.com.br/pt/ (Pa­cotes a partir de R$ 6.000,00 por pessoa + taxa Fundação Cristali­no (R$ 250,00 por pessoa), com mínimo de 4 diárias).