Padre Fábio de Melo fala sobre pensamentos de suicídio: “Minhas plantas e meus bichinhos me salvaram”

0
53

Setembro é conhecido por ser o mês de combate ao suicídio. Por isso, o nome setembro amarelo. O objetivo é falar sobre o assunto de modo a prevenir e reduzir os números de suicídio no Brasil e no mundo. Em live com o jornalista André Trigueiro, o cantor e padre Fábio de Melo revelou que em 2017 teve um colapso mental em razão da alta carga de trabalho e pensou em cometer suicídio.

“Em 2017 eu estava fazendo muita coisa. Vivia viajando com a carga de trabalho que tinha e só vivia com malas na mão. Pra lá e pra cá. No entanto, eu não estava feliz, eu vivia cansado e sabia que eu não estava seguindo de fato o meu caminho. Desde a adolescência eu tinha tido ideias suicidas, mas isso não era recorrente. É impressionante o poder corrosivo que o sucesso tem, mas percebi que o meu caminho é mais pacato”.

O religioso disse que começou a olhar o seu redor para não se matar: “Eu comecei a olhar pra minha casa, um lugar que eu quase não ficava e vi minhas plantinhas. Aí comecei a pensar: ‘Se eu não tiver aqui, quem cuidará das minhas plantinhas? E também olhava para os meus animais de estimação, o quão é genuíno o amor que eles oferecem a mim. Decidi continuar vivendo a partir dali“.

Padre Fábio de Melo ainda declarou que tinha muito preconceito sobre ir a um psiquiatra, mas isso mudou a partir do momento que ele não encontrava mais ajuda somente na espiritualidade:

“Há pessoas que se matam porque não tomam remédio. Quem me salvou não foi um padre, um guru espiritual, quem me salvou foi um médico. Eu tinha muito preconceito sobre tomar remédios, mas percebi que essa ideia estava ultrapassada demais. Foi isso que me ajudou a viver”.

O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. Disque 188!

Via Portalpopline

Comentários