Por Bárbara Correa*

O pai de Britney Spears é alvo de uma investigação do FBI, segundo o site norte-americano Deadline.

O processo é motivado por suposto abuso do poder de Jamie Spears A investigação é consequência das descobertas do documentário Controlling Britney Spears, que foi lançado na semana passada.

A produção do FX e uma reportagem do The New York Times alegam que Jamie havia criado um detalhado sistema de vigilância Com o intuito de monitorar cada movimento e conversa da cantora, ele utilizou escutas no quarto dela nos últimos anos.

Diante disso, o advogado de Britney, Matthew Rosengart, reforçou, na manhã desta terça-feira, 28, a petição para remover o pai imediatamente do comando da tutela judicial. No documento, ele caracterizou o comportamento como “uma apavorante e excessiva invasão da privacidade de sua filha adulta”.

A petição de Rosengart reconhece que o documentário não apresenta provas definitivas das alegações, mas argumenta que “independente de para onde vão essas acusações, o que é impossível de negar é o quanto elas são alarmantes para a srta. Spears, e o quanto elas mostram a urgência de remover o sr. Spears [da tutela] imediatamente”.

Apesar de Jamie e a equipe de segurança negarem a suposta rede de vigilância, denunciada em Controlling Britney Spears, o Deadline apurou que as autoridades federais estão examinando as alegações para iniciar uma possível investigação criminal.

A agência governamental não comentou sobre o caso, como é de praxe com investigações em curso. A tutela judicial em questão foi estabelecida em 2008, após internação de Britney em clínica de reabilitação devido aos problemas psicológicos enfrentados pela artista.

Recentemente, após longa batalha judicial, Jamie Spears aceitou renunciar, embora somente após um “período de transição”. Em resposta, Britney já fez o advogado pedir que a tutela seja completamente revogada até o final do ano.

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais